sexta, 21 de janeiro de 2022
SIGA-NOS

Deputado se desculpa por ofensas contra integrantes da Polícia Civil da Paraíba



Publicado em quinta-feira, janeiro 13, 2022 · Comentar 

O deputado estadual, Wallber Virgolino (Patriotas), que é delegado da Polícia Civil da Paraíba, se desculpou pelas palavras ofensivas proferidas contra a categoria, após os policiais decidiram aceitar a contraproposta salarial e outros benefícios oferecidos pelo governador do Estado, João Azevêdo (Cidadania).

Assim que saiu a decisão, o deputado reagiu indignado e chamou todos os colegas de “bando de desgraças, medíocres, fracos, moleques, cornos e trambiqueiros”.

“Minhas desculpas às pessoas que não mereciam. Eu sei reconhecer”, disse em entrevista concedida nesta quinta-feira (13), após a repercussão negativa geradas nas redes sociais.

Virgolino explicou que gostaria de se retratar com as pessoas que não mereciam ser atingidas, que, assim como ele, lutam por uma Polícia Civil melhor, para que se tenha dignidade, para que um policial possa se aposentar e tenha uma subsistência na velhice.

“Mas resolveram, na calada da noite e dentro do gabinete do secretário de Segurança, fazer um acordo prejudicando toda categoria”, salentou.

Conforme o Virgolino, a sua fala não foi de um deputado, mas de um policial civil indignado.

“Eu não vou me aposentar como deputado, mas sim como delegado e eu me senti atingido diretamente com aquela negociação feita com um governo que dá com uma mão e retira com a outra. Ali não tinha nenhum tipo de vantagem ao policial civil e no calor da emoção eu externei o que eu achava e o que eu digo eu seguro.Isso é minha opinião e ninguém pode tirá-la”, refutou.

Ele destacou ainda que a sua fala foi feita diretamente “para aquelas pessoas que usam a Polícia Civil para se dar bem, para barganhar cargos, ganhar plantão extra sem tirar, diárias sem viajar, para os que estão na moita com cargos comissionados sem trabalhar”.

“A gente sabe como isso funciona. A Polícia Civil da Paraíba teve a chance de mudar. Era só ter se juntado com a Polícia Militar para cobrar do governador o que foi prometido lá atrás”, desabafou.

Da redação/ Com Halcedama Borba

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48