sábado, 04 de dezembro de 2021
SIGA-NOS

Preso há três meses, Roberto Jefferson abandonará presidência do PTB



Publicado em quinta-feira, novembro 18, 2021 · Comentar 

O ex-deputado Roberto Jefferson avisou a aliados que deixará definitivamente a presidência do PTB. Sua sucessora deverá ser Graciela Nienov, atual presidente em exercício da sigla. O partido definirá o novo comando em uma convenção no próximo dia 30.

Preso no presídio Bangu 8, no Rio de Janeiro, Jefferson foi afastado por seis meses da presidência do PTB na semana passada por ordem do ministro Alexandre de Moraes, que atendeu a um pedidos de correligionários de Jefferson. Assim, ficará fora da cúpula até o início da campanha eleitoral de 2022. Em outubro, Jefferson já havia confidenciado a interlocutores na cadeia que temia ser afastado. Por isso, pediu licença do cargo por tempo indeterminado para tentar fugir da sanção. Não funcionou.

Agora, Roberto Jefferson tomou uma decisão definitiva, segundo disse a aliados nos últimos dias. Sairá de vez do comando do partido. Os próximos nomes à frente do PTB serão definidos no dia 30, em uma convenção virtual. A atual presidente, Graciela Nienov, lidera a única chapa inscrita até o momento. Nienov tem buscado repactuar a legenda e pacificar brigas internas. Ao contrário de Jefferson, tem adotado um perfil conciliador.

Quando foi preso a pedido da PF, em 13 de agosto, suspeito de integrar uma organização criminosa contra a democracia, Jefferson enviou áudio a aliados pedindo que respeitassem as decisões de “Graci” em seu lugar.

Da redação/ Com Metrópoles

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48