sábado, 27 de novembro de 2021
SIGA-NOS

Campinense conhece adversário da semifinal da Série D e quer título nacional



Publicado em segunda-feira, outubro 18, 2021 · Comentar 

Após longa espera, o Campinense está de volta à Série C do Campeonato Brasileiro. O torcedor rubro-negro fez festa pelas ruas da cidade, e iniciou a segunda-feira, ainda vestido orgulhosamente com a camisa do time do coração.

Após conquistar o acesso, agora a Raposa quer o título da Série D da competição nacional. Nas semifinais, o Campinense vai enfrentar o  Atlético-CÊ que eliminou nos pênaltis, a Ferroviária. O primeiro confronto acontece em Horizonte (CE) e  enquanto que o jogo de volta, será no estádio O Amigão.

Por ter feito a melhor campanha, o Campinense tem a vantagem de disputar a partida que apontará um dos finalistas da competição nacional, em Campina Grande. A outra semifinal será entre Aparecidense-GO e ABC-RN.

A conquista  do acesso aconteceu de forma dramática nas cobranças de pênaltis e no reencontro do rubro-negro com o seu torcedor, após dois empates em 0 x 0 com o América de Natal, na Arena das Dunas e no Amigão.

Diante de 4 mil torcedores aflitos, a Raposa foi mais competente, balançou as redes quatro vezes e viu o Mecão errar duas cobranças. Além do acesso para a terceira divisão do Brasileiro, o rubro-negro disputa em 2022,  o Campeonato Paraibano, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa depois do jogo, o técnico Ranielle Ribeiro falou sobre as suas impressões da partida e fez questão de exaltar o seu grupo pela conquista e exaltou os atletas pela conquista histórica. Ranielle elogiou os jogadores, mas garantiu que a meta do time agora é conquistar o título nacional, e com isso, todos entrarem para a história.

“Não podemos, em hipótese nenhuma, diminuir a qualidade do América-RN. Eles no início do segundo tempo tiveram aquela bola na trave do Esquerdinha, e, para ser sincero, a qualidade do América só valorizou ainda mais a nossa conquista. Eu busco entrar na pele dos jogadores. Foi um jogo muito emocionante. Quando tivemos o controle do jogo e não conseguimos fazer o gol, aquilo gerou um certo desequilíbrio e ficou uma partida muito aberta, de muito respeito também, principalmente a nível de segundo tempo, mas, felizmente, conseguimos alcançar o nosso objetivo. Esse grupo é merecedor de todos os elogios e de todos os méritos desta conquista” comentou.

Um dos heróis do acesso foi o goleiro Mauro Iguatu. ,Destaque na conquista do título estadual pela Raposa, que tirou a equipe de uma fila de cinco anos sem conquistar o certame, o arqueiro já havia sido decisivo no duelo contra o Sergipe, quando, nos pênaltis, defendeu duas cobranças e converteu a sua para selar a classificação às oitavas de final. Na noite deste sábado, mais uma vez nos pênaltis, Iguatu não defendeu nenhuma cobrança americana, mas foi dos seus pés que saiu o gol que selou a quebra de um indigesto tabu rubro-negro.

A saga do Campinense sem conseguir o acesso à Série C durou 10 anos . Foram nove longas temporadas de uma árdua e incessante luta pelo retorno à 3ª divisão. Rebaixado em 2011 em meio a uma grande polêmica em torno de uma suposta compra de resultados envolvendo Fortaleza e CRB, o torcedor raposeiro sofreu até a última cobrança de pênalti por Mauro Iguatu que recolocou a Raposa na Série C.

Da redação/ Com PB Agora

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48