terça, 30 de novembro de 2021
SIGA-NOS

Ana Cláudia deixa solenidade de João Azevêdo e gera mal-estar



Publicado em sexta-feira, outubro 8, 2021 · Comentar 

Estava indo tudo bem na visita do governador da Paraíba João Azevêdo (Cidadania) a Campina Grande até que a secretária de Articulação Municipal do Estado, Ana Cláudia Vital do Rêgo, não ser chamada para compor a mesa da solenidade. As informações são da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda, em seu blog.

A situação foi tratada pelo senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente do MDB na Paraíba, como “um desrespeito”. Ana Cláudia, que no começo da manhã elogiava o governador, abandonou a solenidade.

João Azevêdo anunciou um pacote de obras, com investimentos de mais de R$ 95 milhões, em comemoração aos 157 anos de Campina Grande, que ocorre na segunda (11).

João diz estar surpreso

O governador da Paaríba João Azevêdo (Cidadania) disse ter sido pego de surpresa ao saber que Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos) deixou a solenidade de anúncio de obras para Campina Grande. “Nem percebi, não fui avisado”.

“Eu confesso e espero que não seja motivo para justificar outras atitudes”, disse João após o término da solenidade pelos 157 anos de Campina Grande e onde anunciou investimentos de mais de R$ 95 milhões.

O motivo: não ter sido convidada para compor a mesa. Nela, além do governador, estavam sentados os deputados estaduais Adriano Galdino, Inácio Falcão, Doda de Tião e Manoel Ludgério, que é adversário do grupo de Veneziano em Campina.

João disse que convidou o senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente do MDB na Paraíba, para acompanhar a agenda. O emedebista cumpre agenda no município de Imperatriz, no Maranhão.

“Tive a consideração de falar com o senador para que ele estivesse aqui, ele que preferiu ir para Imperatriz”, declarou o governador.

A questão é a que a “falha”, muito mais do cerimonial do que do próprio governador, acredita-se, poderia ser facilmente resolvida. Mas, quando se está insatisfeito, qualquer cadeira é estopim.

A insatisfação de Veneziano com João não vem de hoje. Tem a ver com a mudança de comando do Podemos, partido que era presidido por Ana Claudia, a nomeação de Roberto Paulino por vias diretas, fora partido. Mas, essa possibilidade de aproximação com o ex-prefeito Romero Rodrigues não está sendo bem digerida no grupo do senador.

Da redação/ Com Sony Lacerda

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48