quarta, 20 de outubro de 2021
SIGA-NOS

Major Sidnei vai a TV Correio pedir sensibilidade dos vereadores de Sapé: “vejo base legal no meu pedido de suplementação”



Publicado em segunda-feira, setembro 20, 2021 · Comentar 

O prefeito de Sapé (Zona da Mata Paraibana) Sidnei Paiva(Podemos), concedeu entrevista nesta segunda-feira, 20, ao Programa Correio Debate, da TV Correio PB, onde foram abordados vários assuntos, através do jornalista Hermes de Luna.

Entre os muitos pontos da entrevista, destaque para o PREV-Sapé, a Estagnação Política Histórica do município, a Saúde, o alinhamento com o governo estadual, os avanços atuais da nova gestão e a ‘rota de colisão’ entre os poderes Executivo e Legislativo.

Leia também: Entrevista de Flavinho Feliciano na Araçá FM agitou os bastidores da política em Sapé, aponta fonte

Com tranquilidade, o gestor Sidnei Paiva deixou-se sabatinar por Hermes, respondendo inicialmente sobre os novos rumos que o município tem seguido, desencadeados na sua gestão, a exemplo da instalação de duas grandes empresas que irão gerar emprego – ATACAMIX e a PRECIOSA DO VALE. Quanto à saúde em Sapé, o gestor Sidnei disse, na entrevista, que o momento era de recuo nos casos de covid-19, divulgando que mais de 35 mil doses haviam sido aplicadas, e o município estava há mais de 50 dias sem registrar nenhum óbito.

Em relação à Infraestrutura, o prefeito anunciou que mais de 10 ruas já havia sido calçadas, em apenas 8 meses de sua gestão, além de esboços de inúmeros projetos a serem realizados em tempo hábil.

Abordado sobre o alinhamento com o governador João Azevedo, com vistas ao acompanhamento político no próximo ano, o major Sidnei foi enfático: “Atendendo os pedidos do povo, entendíamos que faltavam obras no município, mas estamos conversando nesse sentido, e o governo estadual já deu sinais da realização delas, a exemplo da estrada de Renascença e o  apoio para a abertura do Bloco Cirúrgico do Hospital Sá Andrade”, ressaltou o prefeito de Sapé.

Sidnei Paiva também demonstrou preocupação com a herança deixada pela antiga gestão – dívidas com o PREV SAPÉ que atualmente importam em R$ 25 milhões,  o que lhe impõe um pagamento de parcelas de R$ 250.000,00 (Duzentos e cinquenta mil reais) mensais. Além disso, está pagando R$ 1 milhão de patronal.

ROTA DE COLISÃO

O ponto nevrálgico da entrevista do prefeito Sidnei, a existência de ‘Rota de Colisão’ dos poderes Executivo e Legislativo. Quanto a isso, o gestor pediu a sensibilidade dos vereadores e do Sindicato. “Eles tomaram uma direção diferente da minha, pois vejo base legal no meu pedido de suplementação. A gestão passada teve aprovada a suplementação de 60%, enquanto na minha gestão, só querem conceder 10%. Isso inviabiliza a normalidade da folha de pagamento, gastos com insumos e compras de material”.

O gestor municipal ainda disse que estava conversando com os parlamentares, no sentido de aprovação da suplementação.

Da Redação 
Com Jornal O Interiorano 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48