sábado, 31 de julho de 2021
SIGA-NOS

Paraibano DJ Ivis chora e pede perdão por agressões em vídeo gravado antes de ser preso



Publicado em sábado, julho 17, 2021 · Comentar 

Pouco antes de ser preso em Fortaleza, acusado de violência contra sua ex-mulher Pamella Hollanda, DJ Ivis gravou um vídeo  pedindo perdão à ex-esposa, Pamella e estendendo o pedido à todas as mulheres e aos seus fãs. O vídeo foi publicado com exclusividade pelo jornalista Leo Dias que informou que a gravação aconteceu 20 minutos antes de sua prisão.

Leo Dias informou ainda que “a chegada da polícia à casa do artista fez com que Ivis não tivesse tempo de divulgar a gravação nas redes sociais, como ele queria”.

“Eu poderia ter feitos diferente, mas devido às circunstâncias não consegui” diz  o artista no vídeo.

Ivis falou ainda sobre sua tentativa de minimizar o caso e reconheceu. “Quando vi a matéria subindo eu tentei reagir não me justificando, mas eu agi errado mais uma vez. Eu tô vivendo hoje sozinho tentando ser forte, mas não existe mais força. Eu tô passando aqui para dizer para cada um de vocês para você que é mãe, para você que é filha, para você que é pai, para você que é família e para você Pamela, eu errei e assumo meu erro. As pessoas que convivem comigo sabem quem eu sou de verdade”.

“Eu não consigo mais ser forte com isso, vendo as pessoas se afastarem de mim pela atitude errada que tomei. Eu não sou esse monstro, não sou uma pessoa ruim”

O produtor afirmou ainda que não consegue parar de chorar e justificou seus ator tentando explicar que mesmo tento levado muitas pedradas ele sempre foi obrigado a se mostrar forte. Afirmou ainda que muitos tentaram derrubá-lo, mas reconheceu que foi ele mesmo quem, sozinho, se derrubou.

Ao lembrar de sua filha Mel, de nove meses, Ivis declarou que é por ela que ele tenta encontrar forças para seguir em frente. Vale lembrar que o Pamella Holanda acusou o paraibano de ter deixado ela e menina com R$ 12 na conta bancária e sem dinheiro até para comprar leite.

A PRISÃO DE DJ IVIS

No início da tarde da quarta-feira, 14 de julho, o Governador do Estado do Ceará Camilo Santana, informou através do Twitter a decisão de prender o produtor para que seja esclarecido o lamentável caso de agressão a Pamella Holanda.

“Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Política Civil”, escreveu.

Camilo Santana informou ainda que Pamella Holanda seria submetida a novos exames de corpo de delito para com a finalidade de definir a gravidade das lesões sofridas após as agressões do artista.

Ivis foi encaminhado para a Delegacia Metropolitana do Eusébio, na Grande Fortaleza, onde o caso é investigado.

PAMELLA DEU DETALHES DA AGRESSÃO

Também em entrevista ao jornalista Leo Dias, Pamella Holanda contou detalhes sobre as agressões que sofreu do ex-marido, DJ Ivis. Ela relembrou que conheceu Ivis em 2018, através do Instagram e no ano seguinte eles começaram a namorar. Em fevereiro de 2020, ela descobriu que estava grávida  e eles decidiram morar juntos.

A arquiteta e influenciadora digital relatou que agressões começaram na gestação.  “A primeira vez que ele me agrediu foi quando eu estava grávida de cinco meses, ele me pegou pelo pescoço, veio me arrastando pelo corredor que tinha no apartamento até o sofá. Ele me jogou no sofá. Na cabeça dele, era como se eu fosse um problema, um fardo. Não podia chegar para ele e falar, ‘estou sentindo isso’. Estava em uma situação de não ter suporte dentro de casa. Ele vivia na linha tênue de explodir. A qualquer momento ele explodia”, afirmou.

Pamella contou que foi agredida fisicamente e verbalmente muitas outras vezes e era frequente ela ser impedida pelo marido de usar o telefone ou ter acesso a dinheiro.

Em 2 de julho Pamella disse ter sido ameaçada com uma faca, fato flagrado pela polícia que levado o Dj para prestar esclarecimentos na delegacia. No dia anterior, ela foi golpeada com chutes e socos.

“Eu tinha recebido conversas dele com outra mulher. Não era a primeira vez. Estava indo buscar ele no aeroporto com a minha filha e recebi as conversas no caminho. Resolvi esperar (para falar). Estava a mãe dele e uma babá em casa. Ele almoçou e subiu. Eu não estava bem e subi para dormir. Quando eu subi, ele estava deitado na cama. Ele pediu para eu passar a base na unha dele. Eu falei: ‘Meu amor, daqui a pouco eu pinto. Estou cansada, enxaqueca. Vou dormir uns 40 minutos e daí eu pinto a sua unha’. Eu virava para o lado e não conseguia dormir, estava inquieta. Pensei: ‘Vou perguntar para ele’. No lugar da esposa dele eu tenho total direito de cobrar’. E eu perguntei: ‘não tem uma maneira dele repostar as mulheres sem mencionar o Instagram delas? Porque quando menciona, abre um bate papo e elas podem conversar com você’. Estava calma. Mas isso era como se fosse um gatilho para ele. Era recorrente. Ele já se exaltou”.

“Na hora em que fui desbloquear o celular, ele pegou de mim. Ele jogou o meu telefone e quebrou”.

“Fui na porta do quarto, peguei o telefone para ver se tinha como usá-lo. Comecei a chorar e falei: ‘Perdi meu telefone. Não acho justo eu ser punida por um erro seu’. Ele já veio para cima de mim com soco e chute. Ele foi para o banheiro e eu fui atrás dele chorando e pedindo para ele se conter. Ele tentou me estrangular, me segurou com as duas mãos, me pressionando contra a bancada da pia. Saí, fui pro quarto, e ele começou a me esmurrar, me chutar. Acho que um soco ou uma cotovelada pegou no meu olho. A mãe dele olhou e disse que não tinha nada no meu olho”.

Vídeos vazados

No domingo, 11 de julho, Pamella Holanda publicou no Instagram vídeos comprovando as denuncias sobre agressões. Além da violência das cenas um fato que chocou os internautas foi o fato de tudo acontecer diante da filha do casal.

As redes sociais logo passaram a repercutir o caso e Ivis também postou vídeos em sua rede social tentando explicar o porquê da brutalidade com a mãe de sua filha. O dono dos sucessos “Volta Bebê, Volta Neném” e “Esquema Preferido” alega que o relacionamento dos dois era muito conturbado e que ela também já o havia agredido algumas vezes.

Na ocasião Ivis tentou se defender dizendo: “Eu não vou ter raiva do que as pessoas estão falando de mim, porque eu não posso. As pessoas estão reagindo do que estão vendo, mas estão comentando as coisas que não sabem”.

Em vídeos publicados em seu Instagram o produtor alegou ainda que era vítima de ameaças por parte da ex-mulher: “Eu não aguentava mais chantagem, não! Você sabe que é alguém chegar pra você e dizer que vai se matar? Estou tentando ficar o mais calmo possível, mas estou vivendo isso faz dois anos”. Ele disse ainda que a situação o levou a pensar em suicídio.

“Eu já tentei me matar. Esse cara que aparece nos vídeos é o Charles. Ele já tomou a faca da minha mão”, revelou.

Da redação/ Com O Fuxico

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48