quarta, 04 de agosto de 2021
SIGA-NOS

Caso Lázaro Barbosa: ‘Anônimo’ bancou custos de enterro do criminoso



Publicado em quinta-feira, julho 1, 2021 · Comentar 

O sepultamento do criminoso Lázaro Barbosa, morto em confronto com policiais após 20 dias de fuga, foi custeado por um terceiro. O velório e o enterro, marcados para esta quinta-feira (1º) em Cocalzinho de Goiás, serão restritos a familiares.

De acordo com o jornal O Globo, a contratação dos serviços da funerária Bom Samaritano, do Distrito Federal, ocorreu de forma anônima por um terceiro, a pedido de um advogado. O corpo de Lázaro foi encaminhado a uma clínica de Brasília, onde é preparado antes de ser transferido para Cocalzinho de Goiás.

“Não existe gratuidade nesse serviço. Te garanto que não houve nenhum tipo de doação, ainda mais nesse caso. Não é o que a nossa empresa preza. Foi um terceiro que nos contratou, a pedido de um advogado. Essa é a informação que eu tenho, disse um funcionário da funerário ao jornal O Globo.

REPRODUÇÃO/ RECORD TV

Em nota, o advogado Wesley Fernandes afirmou que auxiliou os familiares de Lázaro na busca por informações dos trâmites legais. “Como foi dito por mim, eu prestaria apoio à família neste último momento, por uma questão de caridade e humanidade, pois os familiares são muito carentes e de baixa instrução”, afirmou o advogado.

“Meu apoio ficou restrito a buscar informações junto ao IML sobre a liberação do corpo, bem como a passar as informações corretas, e de forma clara, para os familiares – o que foi feito”, explicou Fernandes.

Da redação/ Com ISTO É

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48