domingo, 01 de agosto de 2021
SIGA-NOS

Jovem mata mãe e irmã a facadas enquanto elas dormiam e se entrega



Publicado em domingo, junho 13, 2021 · Comentar 

Um jovem de 20 anos se entregou à polícia após matar a facadas a mãe, de 49, e a irmã, de 13, em Monte Azul, no Norte de Minas, na madrugada da última quarta-feira (9/6).

O rapaz está internado, pois tentou se suicidar na sequência do crime. O duplo homicídio foi praticado enquanto as vítimas dormiam.  A reportagem é do site BHAZ.

O tenente Fred Cardoso atendeu a ocorrência e em entrevista ao BHAZ passou detalhes do caso. “Assim que ele cometeu o ato se dirigiu para o quartel da polícia dizendo que havia acabado de matar a mãe e a irmã”. Equipes foram até a casa localizada no bairro Novo Alvorada e constataram o fato.

“Uma das vítimas estava na cama e a outra caída no chão. O rapaz disse que matou as familiares enquanto elas dormiam. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi até o endereço e confirmou o óbito da mãe e filha”, detalhou o militar.

Motivação

O caso ainda será investigado pela Polícia Civil, no entanto, o suspeito disse aos militares que estava “indignado” por pensar que ele era o causador da separação dos pais. “Ele acreditava que tanto a mãe, quanto a irmã, o culpavam pelo término do relacionamento do casal. No entanto, não sabemos se isso procede”.

O jovem tentou se suicidar após a prática do duplo homicídio. “Ele estava com os pulsos cortados e muito confuso. Levamos até o hospital da cidade. O estado de saúde dele é estável. Ele ainda não recebeu alta médica, pois aguarda o resultado de exames realizados ao longo da manhã”, disse o tenente.

Comoção

Monte Azul está a 667 km de distância da capital mineira e tem pouco mais de 20 mil habitantes. O caso registrado na madrugada de hoje deixou o município em choque, conforme relata o militar. “Aqui é uma cidade interiorana, as pessoas se conhecem, muitas são da mesma família. A população está em choque por causa desta situação”.

A perícia da Polícia Civil realizou os trabalhos de praxe e a corporação vai seguir com os trabalhos de investigação.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48