sábado, 15 de maio de 2021
SIGA-NOS

Bombeamento do Eixo Norte da transposição será suspenso em maio para serviços de manutenção



Publicado em terça-feira, abril 20, 2021 · Comentar 

O bombeamento no Eixo Norte do projeto de transposição do Rio São Francisco será interrompido no dia 10 de maio para execução de serviços de manutenção no trecho 1, entre a captação e a Barragem Jati, no Ceará. A previsão do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) é de que o serviço dure 45 dias, isto é, caso não ocorram imprevistos, o bombeamento será retomado em 23 de junho.

Conforme divulgado pelo Governo Federal nessa segunda-feira (19), serão realizadas manutenção na Estação de Bombeamento 1 e a troca de válvulas das motobombas das Estações de Bombeamento 2 e 3, responsáveis por levar a água do Velho Chico para municípios do interior da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. O MDR também aproveitará a suspensão do bombeamento para realizar a manutenção de revestimento nos canais que integram todo o sistema de operação do Trecho 1 do Projeto.

A programação da execução dos serviços foi discutida entre o Ministério do Desenvolvimento Regional e os Estados. A data inicialmente prevista para execução dos serviços era 15 de março. A mudança para 10 de maio teve o objetivo de melhor aproveitar a quadra chuvosa, aumentando a eficiência da chegada das águas ao estado do Ceará.

O Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco tem 260 quilômetros de extensão, três estações de bombeamento, 15 reservatórios, oito aquedutos e três túneis. Todas as estruturas responsáveis pela passagem de água até o Reservatório Caiçara, na Paraíba, estão concluídas, restando apenas oito quilômetros de canais até o reservatório Engenheiro Avidos, também na Paraíba, e serviços complementares que não comprometem a pré-operação. O total de execução física do trecho é 97,84%.

Quando todas as obras estiverem concluídas e em funcionamento, a expectativa é que o Eixo Norte garanta segurança hídrica a 6,5 milhões de pessoas em 220 cidades paraibanas, pernambucanas, cearenses e potiguares.

Da redação/ Com Portal Correio

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48