quinta, 21 de janeiro de 2021
SIGA-NOS

Roberto faz história na saída e entrega Sapé ao sucessor diferente de como recebeu em 2013



Publicado em quarta-feira, dezembro 30, 2020 · Comentar 

A última semana do  ano é também a última semana de gestão de diversos prefeitos que foram reeleitos em 2016 e que encerram 8 anos de mandato a frente de seus municípios.

Em Sapé, uma das 10 maiores cidades da Paraíba, o prefeito Roberto Feliciano (Cidadania) surpreende ao termino do seu mandato e diferente de como recebeu o município em 2013, vai entregar uma gestão equilibrada financeiramente e com uma série de obras concluídas e em fase final de conclusão. Não só isso, mesmo as pouquíssimas obras que estão em fase final, estão com recursos em caixa para serem concluídas.

“Roberto faz história e tira Sapé das páginas de escândalos que ao longo dos tempos protagonizou na mídia estadual”, disse atento observador da cena política sapeense, referindo-se ao governo de 8 anos que está em seus dias finais.

Nesse mês de dezembro a prefeitura injeta na economia sapeense mais de R$ 5 milhões com o pagamento de três folhas dos servidores municipais. Foram 8 anos de pagamento rigorosamente em dia e sempre dentro do mês trabalhado.

A marca da gestão de Roberto foi a valorização do servidor público municipal, acabando com as vergonhosas greves trabalhistas que ocorriam todos  os anos.

A gestão de Roberto foi responsável por obras de infra estrutura importantes para o desenvolvimento de Sapé, a exemplo do binário, a implantação de um Pólo do Corpo de Bombeiros – em parceria com o Governo do Estado, além de uma série de ruas calçadas na cidade e nos distritos, além da zona rural.  Ruas limpas, praças construídas e bem cuidadas, trânsito organizado e uma cidade melhor de se viver.

O munício chegou a ser o quarto no estado na criação de postos de trabalho no período em que Roberto foi prefeito da cidade.

Leia também: Roberto Feliciano tem gestão aprovada por 69,1% da população de Sapé, revela pesquisa

Os índices de educação no município aferido pelo IDEB aponta que a implantação de medidas inovadoras tem ampliado a oferta de modelo de qualidade já atesta evolução.

Outro item comprovado por organismos de aferição revela a melhoria na infraestrutura das escolas se comparado ao passado recente e maior controle das Contas reduzindo o custeio com gasolina.

Os índices de transparência da cidade se apresenta com aprovação do TCE em quarto lugar em todo Estado por 3 anos seguidos.

Nos oito anos de gestão, Roberto construiu e colocou para funcionar uma série de UBS’s (Unidades Básicas de Saúde), exemplo do bairro São Francisco, do bairro Terra Nova e do Conjunto Zé Feliciano, três UBS que mais parecem estrutura para hospital.

Apesar de todos os problemas que a saúde enfrenta no país, Sapé conseguiu manter de forma razoável os atendimentos no Hospital Regional Dr. Sá Andrade, prestando assistência ao povo de Sapé e de toda  a região da Zona da Mata.

Com um corpo de auxiliares que oscila entre técnicos e políticos, a gestão de Roberto conseguiu responder aos anseios da grande maioria da população sapeense, oferecendo os serviços públicos de forma considerável.

Mesmo com todo esse panorama de trabalho, o prefeito Roberto não conseguiu eleger seu sucessor, mas nem por isso relaxou a gestão e surpreende nos momentos finais, se despedindo  com muito trabalho, a exemplo da Praça Augusto dos Anjos que está ganhando  novo aspecto urbanístico, apenas para citar como exemplo. De presente recebeu o prêmio Selo Unicef nos momentos finais de seu governo em reconhecimento de tudo o que fez por Sapé e por seu povo

Ao encerrar a gestão como se estivesse começando, Roberto Feliciano mira o farol político para o futuro, bem próximo, mas próximo do que se imagina.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48