sexta, 15 de janeiro de 2021
SIGA-NOS

Eleição 2022: Luciano Cartaxo diz ter experiência, que disputar o governo da Paraíba é uma possibilidade e que fará oposição a João Azevêdo



Publicado em segunda-feira, dezembro 14, 2020 · Comentar 

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), disse ter experiência acumulada pelos cargos ocupados na vida política, incluindo o executivo. Por conta disso, frisou que disputar o governo da Paraíba é uma possibilidade e que vai ser oposição ao governador João Azevêdo. A informação foi dada em entrevista ao programa ‘Arapuan Verdade’, da Rádio Arapuan FM, desta segunda-feira (14).

“Essa é uma possibilidade. A disputa para governador é uma possibilidade. Eu tenho acumulado experiência desde vereador, deputado estadual, vice-governador, prefeito eleito e reeleito da maior cidade da Paraíba, nossa Capital. Repito, num cenário de muita adversidade como já externei. É uma possibilidade disputar, mas não é uma prioridade. Minha prioridade hoje é de terminar o meu mandato de prefeito no dia 31 de dezembro”, afirmou,

De acordo com Cartaxo, as eleições de 2022 tem como características um cenário nacional e isso que será determinante para o futuro do Brasil, com repercussão nos estados. Para o prefeito, é diferente uma eleição municipal em que se discute mais o cotidiano das cidades. “Porque você tem um debate sobre o dia-dia na cidade, sobre as questões mais paroquiais, vamos dizer assim. Nós tivemos uma eleição aqui 13 candidatos de oposição falando todo dia mal da gestão. Nós só entramos na campanha de fato nas vésperas da eleição”, comentou, como acompanhou o ClickPB.

Sobre a oposição que fará ao govrno João Azevêdo, Cartaxo disseque é natural. “Nós tivemos uma disputa na eleição passada. Tivemos um cenário que foi importante o diálogo, a maturidade sobre a questão do enfrentamento da pandemia onde houve o virus, mas nós somos oposição ao governo João, não tenha dúvida disso”, frisou.

Questionado sobre os motivos de ter escolhido um dos candidatos no segundo turno em João Pessoa, disse que foi coerente, pois todos os candidatos faziam críticas a sua gestão. Segundo ele, deixou para que a população pudesse escolher o nome para administrar a cidade de João Pessoa.

Da redação/ Com Click PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48