segunda, 21 de setembro de 2020
SIGA-NOS

Morre o produtor musical Arnaldo Saccomani



Publicado em quinta-feira, agosto 27, 2020 · Comentar 

Instrumentista, produtor musical, compositor e jurado em programas de televisão, Arnaldo Saccomani veio a falecer no início da madrugada desta quinta-feira, 27.

Arnaldo, já de muitos anos, sofria de uma diabete muito severa e insuficiência renal.

Trabalhou no SBT até janeiro passado, como diretor musical das novelas, desde “Véu de Noiva” até “As Aventuras de Poliana”, participando também de vários programas.

Foi jurado do “Astros”, “Ídolos”, “Qual é o seu talento?” e, nesses últimos anos, também participou do quadro “Dez ou Mil”, no “Programa do Ratinho”.

Depois de trabalhar em algumas rádios de São Paulo, como Antena Um e Jovem Pan 2 na década de 1990, passou a se dedicar à produção musical, em trabalhos de Tim Maia, Jane Duboc, Mara Maravilha, Peninha, Placa Luminosa, Rita Lee, Fábio Junior, Ronnie Von, Angel, Tiririca, Larissa Manoela e vários grupos de pagode.

Arnaldo completou 71 anos no último dia 24. Faleceu em casa. Deixou esposa e duas filhas.

O SBT soltou nota de pesar há poucos minutos 

É com profundo pesar que o SBT lamenta o falecimento do produtor musical e jurado Arnaldo Saccomani, de 71 anos, vítima de insuficiência renal. Saccomani estava em seu sítio, na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo.

Com uma carreira vitoriosa de mais de 50 anos na indústria fonográfica, Arnaldo Saccomani foi responsável pela trajetória musical de grandes cantores, bandas e conjuntos musicais como Ronnie Von, Tim Maia, Os Mutantes, Fábio Jr e Os Travessos. Estabeleceu a carreira de Tiririca, intermediou o contrato de Mamonas Assassinas com a gravadora EMI, e foi responsável pelos grandes sucessos musicais de Mara Maravilha.

Além de produtor e compositor, Saccomani atuou como jurado de realities nos últimos anos, tendo feito parte, no SBT, dos programas Ídolos, Astros e Qual é o Seu Talento?, onde se destacou com as críticas contundentes, que o levou a fazer parte do quadro Dez ou Mil, do Programa do Ratinho, onde participava semanalmente, mas estava afastado por conta do risco da Covid-19.

Arnaldo Saccomani também foi diretor musical da teledramaturgia do SBT, tendo participado ativamente da trilha sonora das novelas Carrossel, Chiquititas, Cúmplices de Um Resgate, Carinha de Anjo e As Aventuras de Poliana.
O compositor deixa a esposa Vera e duas filhas. O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família.

O velório acontece até o meio-dia no Cemitério Memorial Parque Paulista em Embu das Artes.

Da redação/ Com R7

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48