segunda, 21 de setembro de 2020
SIGA-NOS

Relação de Leto Viana com Marquise é investigada em operação



Publicado em sexta-feira, agosto 21, 2020 · Comentar 

O ex-prefeito de Cabedelo Wellington Viana França, o Leto Viana, terá que devolver R$ 4,4 milhões aos cofres públicos do Município. A decisão é do Tribunal de Contas da Paraíba, que reprovou as contas de 2015 do ex-gestor, por unanimidade, na sessão de quarta-feira (19). As informações são da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda, em seu blog.

Relação com a empresa Marquise

Essa quantia a ser devolvida pelo ex-prefeito é referente às inúmeras irregularidades apontadas no voto do relator, conselheiro Antônio Gomes Vieira, destacando-se as contratações de servidores “fantasmas” e o excesso de pagamentos às empresas Marquise (limpeza urbana) e Vale do Aço (distribuidora).

A Marquise tentou construir um shopping no bairro de Intermares, em Cabedelo, chamado de ‘Pátio Intermares’, que nunca saiu do papel e virou caso de investigação na Operação Xeque-Mate.

Operação Xeque-Mate

Leto Viana foi eleito vice-prefeito de Cabedelo em 2012, na chapa encabeçada por José Maria de Lucena Filho, mais conhecido como Luceninha (à época do PMDB). Em novembro de 2013, sem maiores detalhes, Luceninha renunciou ao cargo e Leto tomou posse. Em 2016, Leto concorreu a reeleição e saiu vencedor.

Em abril de 2018, o Ministério Público da Paraíba, em conjunto com a Polícia Federal, deflagrou a Operação Xeque-Mate, com objetivo de desarticular esquema de corrupção na administração pública de Cabedelo, no âmbito dos poderes executivo e legislativo. Leto foi acusado de ter comprado o mandato de Luceninha, fazendo com que o mesmo renunciasse ao cargo.

O então prefeito Leto Viana (já no PRP), o presidente da Câmara, Lúcio José (PRP) e 5 vereadores dentre os quais Jaqueline Monteiro, esposa de Leto, além da irmã do prefeito, Leila Viana, foram presos. Mais cinco vereadores foram afastados. Leto cumpre medidas cautelares em liberdade, mas, ainda na prisão, renunciou ao cargo. Quem assumiu, após muito vai em vem, foi o agora prefeito eleito Victor Hugo.

Da redação/ Com Portal Correio

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48