segunda, 21 de setembro de 2020
SIGA-NOS

Briga de empresários: donos do Bar do Cuscuz e do Tábua de Carne se desentendem e acusação vem a tona



Publicado em sábado, julho 18, 2020 · Comentar 

Durou pouco a união dos empresários de bares e restaurantes em Campina Grande. Cinco dias depois da reabertura do setor, gestores consolidados na cidade voltaram a se engalfinhar, naquilo que pode ser chamado de volta do ‘velho normal’.

Jocélio Costa, dono do Bar do Cuscuz, e Divaildo Júnior, proprietário do Tábua de Carne, andam em pé de guerra. Tudo começou quando Divaildo, que preside a Associação de Restaurantes em Campina, afirmou que artistas precisam “se virar” com a nova realidade imposta pela pandemia do novo coronavírus. Amigo de cantores, Jocélio não gostou.

“Sr. Divaildo, o músico não tem que “se virar”, o músico, sim, tem que ser ouvido e, acima de tudo, respeitado. Esses profissionais também têm família para sustentar, e precisam, tanto quanto você, empresário, arcar com os seus compromissos, exercendo, de forma digna, a sua profissão”, retrucou nas redes sociais.

Para piorar, Jocélio acusou neste sábado (18) o Tábua de carne, de Divaildo, de descumprir o decreto municipal que limita o funcionamento de restaurantes em Campina Grande até às 22 horas.

“Noto que você não está se virando muito bem, né? Que para apontar e condenar o outro se faz com veemência, mas para cumprir com as normas e deveres impostos pelos decretos vigentes não se dá a mesma importância. É preciso seriedade e comprometimento. Estamos cansados de falso moralismo, e queremos direitos iguais. Retorno a citar o ditado popular que diz: “quem disso usa, disso cuida””.

De acordo com um vídeo publicado por Jocélio, clientes foram flagrados no Tábua de Carne depois das 22 horas.

 

Ver essa foto no Instagram

Como se não bastasse o papelão em seu comentário infeliz no que diz respeito ao músicos de nossa cidade, recebo um vídeo onde uma pessoa flagra clientes saindo às 22:45h do restaurante do Presidente da Abrasel Campina, e também presidente da SindCampina, Sr. Divaildo Jr.. Noto que você não está se virando muito bem, né? Que para apontar e condenar o outro se faz com veemência, mas para cumprir com as normas e deveres impostos pelos decretos vigentes não se dá a mesma importância. É preciso seriedade e comprometimento. Estamos cansados de falso moralismo, e queremos direitos iguais. Retorno a citar o ditado popular que diz: “quem disso usa, disso cuida”. Sejamos exemplos em nossas atribuições, para que tenhamos moral de cobrar aos outros o mesmo. Espero que essas duas lições sejam o bastante para que quem nos representa tenha o mínimo de senso do ridículo e responsabilidade.

Uma publicação compartilhada por Jocélio Costa (@joceliocosta) em

Da Redação 
Com Polêmica Paraíba 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48