quarta, 12 de agosto de 2020
SIGA-NOS

Adolescente morre de peste bubônica após comer carne de marmota



Publicado em sexta-feira, julho 17, 2020 · Comentar 

Adolescente de 15 anos que ingeriu carne de marmota morre de peste bubônica e pessoas que tiveram contato com ele são colocadas em quarentena. Dois outros jovens estão sendo tratados com antibióticos. Caso ocorreu na Mongólia  

Um adolescente de 15 anos morreu na região oeste da Mongólia de complicações ligadas à peste bubônica, de acordo com um anúncio feito pelo Ministério da Saúde do país nesta quarta-feira (15).

A vítima tinha comido uma marmota que estava infectada. Dois outros adolescentes que também ingeriram a carne da marmota estão sendo tratados com antibióticos, de acordo com o porta-voz do ministério, Narangerel Dorj.

O governo impôs uma quarentena em uma parte da província de Gobi-Altai, onde os casos ocorreram.

O Ministério da Saúde disse que 15 pessoas tiveram contato com o adolescente que morreu. Elas estão em quarentena e tomam antibióticos.

A peste é comum em marmotas, que são grandes roedores que vivem nas pradarias na região norte da Ásia. O governo da Mongólia avisou que não se deve caçar ou comer marmotas.

Em um outro caso, sem relação com esse, um paciente foi infectado com a peste no norte da China. Ele está melhorando, de acordo com a agência de notícias oficial do governo.

Segundo a agência, todas as pessoas que estiveram em contato com esse paciente foram liberadas da quarentena no último domingo. Não há estado emergencial para a doença.

Esquilo nos EUA

Um esquilo encontrado nos Estados Unidos teve teste positivo para a peste bubônica. De acordo com a emissora ABC, autoridades de saúde do Colorado afirmaram que o caso aconteceu na cidade de Morrison. É a primeira vez que a doença é registrada em um animal da região.

Humanos podem ser infectados pela peste bubônica caso sejam picados por pulgas contaminadas ou tenham contato direto com sangue ou tecidos infectados de animas, por tossidas ou mordidas.

Animais como os gatos são muito suscetíveis a serem infectados nestes cenários — a bactéria pode ser mortal para os felinos. Já os cães são menos propensos, mas pode carregar pulgas contaminadas.

 

“Sintomas podem incluir febre alta, calafrios, náusea, dores de cabeça e dor extrema e inchaço de gânglios linfáticos”, explicaram as autoridades.

No século 14, a peste bubônica ficou conhecido como peste negra e matou cerca de 50 milhões de pessoas na África, Ásia e Europa.

AFP

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48