sábado, 06 de junho de 2020
SIGA-NOS

Bagé, no Rio Grande do Sul, vira “formigueiro humano” após reabertura do comércio



Publicado em sábado, abril 18, 2020 · Comentar 

Ruas de Bagé (RS) após reabertura do comércio (Imagem: Tiago Rolim de Moura)

Seguindo os pensamentos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governador Eduardo Leite (PSDB-RS) permitiu a reabertura do comércio no Rio Grande Sul nesta quinta-feira (16), exceto na região metropolitana de Porto Alegre. A decisão só vale se os prefeitos também autorizarem a retomada em decretos municipais.

Em Bagé (RS), cidade que tem o terceiro maior número de casos de coronavírus no estado, o prefeito autorizou e o que se viu no primeiro dia de reabertura do comércio foi um “formigueiro humano” (vídeo abaixo).

Por volta das 17h, centenas de pessoas circulavam e se aglomeravam em portas de comércios varejistas na Rua Sete de Setembro, a principal via do centro.

Algumas pessoas estavam de máscaras, mas parte do público circulava sem proteção. As lojas em Bagé ficarão abertas durante a semana entre 13h e 18h30min.

(continua após o vídeo)

 

Confrontado com os vídeos que circularam nas redes sociais sobre a alta circulação de pessoas nas ruas de Bagé, o prefeito da cidade, Divaldo Lara (PTB), responsabilizou os lojistas pelas aglomerações e disse que pode rever a decisão dele que autorizou o comércio a funcionar.

“Ou é uma ação compartilhada e responsável por parte de todos, ou não teremos o funcionamento do comércio”, disse.

“Tudo sob controle”

Um dia antes de assinar o decreto que libera a retomada do funcionamento do comércio de Bagé, o prefeito argumentou que as incidências de coronavírus na cidade estavam controladas e que o sistema de saúde está preparado.

“Fomos a primeira cidade a fazer o distanciamento social no Estado e a medida já surtiu efeito em razão do achatamento da curva de casos e também porque conseguimos estruturar o sistema de saúde para atender os pacientes”, disse.

“Não estamos utilizando nenhum respirador. Estamos com sobra de leitos na hotelaria da covid”, garantiu Divaldo Lara. “Com os bons resultados que obtivemos até esse momento, nós estamos compartilhando a responsabilidade do trabalho com o setor comercial e lojista da nossa cidade”, acrescentou.

“Estamos confiando que o empresário vai trabalhar não só a questão econômica, mas a de conscientizar os colaboradores e clientes de que a continuidade depende deles também”, finalizou.

Bagé tem 28 casos confirmado de Covid-19 e nenhum óbito registrado. No Rio Grande do Sul, o Ministério da Saúde contabilizou, até ontem, 792 casos.

Da Redação 
Com Pragmatismo Político

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48