quinta, 28 de maio de 2020
SIGA-NOS

Vídeo mostra cadáveres ao lado de pacientes em hospital de Manaus



Publicado em sexta-feira, abril 17, 2020 · Comentar 

Profissionais de saúde de Manaus (AM) vazaram um vídeo nesta quinta-feira (16) que mostra cerca de 14 corpos de falecidos por Covid-19 ao lado de pacientes em tratamento. As imagens são do Hospital Pronto Socorro João Lúcio.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou, por meio de nota, que as imagens são verdadeiras e que, até as 17h, só conseguiu liberar cinco corpos do local.

O vídeo mostra que os cadáveres estão na Sala Rosa da unidade, lugar destinado ao atendimento de pacientes com a Covid-19. A Susam confirma que os óbitos foram de pessoas que não resistiram ao coronavírus.

O Hospital Delphina Aziz, referência do Amazonas para o tratamento de coronavírus, já está com a capacidade máxima. Com isso, outros hospitais estaduais têm recebido pacientes com Covid-19, entre os quais o hospital João Lúcio.

As chamadas “salas rosas” foram instaladas nos pronto-socorros em nove postos de Serviços de Pronto-Atendimento e duas Unidades de Pronto-atendimento da capital. Elas foram criadas para atender um número maior de pacientes.

Na nota, a Susam informou ainda que o Hospital João Lúcio tem recebido pacientes suspeitos de Covid-19 até que seja ampliado o número de leitos do Hospital Delphina Aziz e o Hospital da Nilton Lins entre em operação.

A Susam diz ainda que todos os pacientes que morreram no hospital foram admitidos em estado grave. “Todos os pacientes receberam assistência adequada e manejo clínico de acordo com as suas necessidades, medicação e oxigênio.”

VÍDEO:

O contágio acelerado no Amazonas fez com que o sistema de saúde superlotasse. Desde a semana passada, autoridades sanitárias e profissionais de saúde já previam um cenário aterrorizante, sobretudo na capital Manaus.

Na última sexta-feira (10), a família de uma idosa foi orientada a levá-la para morrer em casa, já que a UTI e a sala de emergência do Hospital Delphina Aziz estavam sem vaga.

O governo do Amazonas prevê que o pico de contaminação de Covid-19 no estado ocorrerá entre o final deste mês e o início de maio. Até a tarde desta quinta-feira (16), o número de casos confirmados chegou a 1.719. O estado tem o maior coeficiente de incidência do novo coronavírus por milhão de habitantes do Brasil.

Da Redação 
Com Pragmatismo Político

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48