sábado, 06 de junho de 2020
SIGA-NOS

Mídia repercute ‘quebra’ de isolamento social por Superintendente do Ministério da Saúde na PB



Publicado em quinta-feira, abril 2, 2020 · Comentar 

A imprensa da região tem repercutido o fato do ex-prefeito de Mari, Marcos Martins, ter quebrado isolamento social, determinado por decretos do Governo do Estado e do Governo Municipal como forma de frear o contágio da população pelo coronavírus.

O fato mais escandaloso é que Marcos Martins é o Superintendente do Ministério da Saúde na Paraíba e deveria ser o exemplo (Veja aqui no Portal da Transparência a nomeação do ex-prefeito).  “No momento em que a Organização Mundial da Saúde (OMS), governos federal, estadual e municipal e órgãos do judiciários defendem o distanciamento social como forma de prevenção ao coronavírus (COVID-19), o mau exemplo de comportamento acaba vindo de alguém que não deveria proceder de tal maneira, até por força do cargo que ocupa, na condição de servidor público do Ministério da Saúde.”, diz matéria do Portal 25 Horas.

A mesma matéria no referido portal diz que “o mau exemplo foi visto com indignação por grande parte da população do município de Mari […] que acompanhou estarrecida através das redes sociais a publicação de fotos, onde o ex-prefeito Marcos Martins, aparece fazendo visitas às pessoas em residências da cidade, num momento onde a orientação do Ministério da Saúde é para que as famílias se mantenham dentro de suas casas e evitem visitas e por consequência aglomeração.”, diz.

Citado na matéria, o sindicalista Assis Firmino que acompanhou Martins no “corpo-a-corpo” eleitoral minimizou o fato durante participação no Programa Liberdade de Expressão da Rádio Araçá FM.

Firmino disse que se ele estivesse ao lado de qualquer outro político da cidade nessas visitas a mídia não teria repercutido o fato, mas tranquilizou a todos por que na visão dele, não houve aglomeração apenas visitas pontuais.

Veja a seguir a matéria na íntegra:

Na contramão: servidor do Ministério da Saúde, ex-prefeito de Mari ignora isolamento social contra a COVID-19

No momento em que a Organização Mundial da Saúde (OMS), governos federal, estadual e municipal e órgãos do judiciários defendem o distanciamento social como forma de prevenção ao coronavírus (COVID-19), o mau exemplo de comportamento acaba vindo de alguém que não deveria proceder de tal maneira, até por força do cargo que ocupa, na condição de servidor público do Ministério da Saúde.

O mau exemplo foi visto com indignação por grande parte da população do município de Mari, localizado na Zona da Mata paraibana, que acompanhou estarrecida através das redes sociais a publicação de fotos, onde o ex-prefeito Marcos Martins, aparece fazendo visitas às pessoas em residências da cidade, num momento onde a orientação do Ministério da Saúde é para que as famílias se mantenham dentro de suas casas e evitem visitas e por consequência aglomeração.

A indignação tomou ainda mais força entre os populares da cidade pelo fato de que o ex-prefeito Marcos Martins, ocupa o cargo de superintendente estadual do Ministério da Saúde na Paraíba.

De acordo com as fotos circuladas nas redes sociais, o Superintendente Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba, e considerado pré candidato a prefeito do Município nas próximas eleições, pareceu estar bem à vontade, sem apresentar o uso de nenhum tipo de máscara ou luva hospitalar nas residências que visitou, bem como, mantendo proximidade, sem nenhuma proteção, com as pessoas ao posar para as fotos, parecendo não demonstrar a menor preocupação com a própria saúde ou dos residentes visitados.

Outro exemplo de comportamento não recomendado para o momento veio do sindicalista Assis Firmino, que é membro do Conselho Municipal de Saúde de Mari, que também aparece nas fotos sem os devidos equipamentos de proteção, e esteve acompanhando o ex-prefeito e superintendente do Ministério da Saúde.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48