domingo, 18 de abril de 2021
SIGA-NOS

Brasil tem mais de mil novos casos de coronavírus em 24h; mortes chegam a 240



Publicado em quarta-feira, abril 1, 2020 · Comentar 

O ministro da Saude, Luiz Henrique Mandetta (Imagem: Marcello Casal/ABR)

No final da tarde desta quarta-feira (1), o Ministério da Saúde anunciou que subiu para 240 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil — um aumento de 39 mortes em apenas 24 horas.

No total, são 6.836 casos oficiais confirmados no país até agora, segundo o governo (1.121 diagnósticos em um dia). A taxa de letalidade da doença no Brasil é de 3,5%. A título de comparação, a taxa de mortalidade da H1N1 é de 0,2%.

As novas vítimas são dos estados do Ceará (1), Minas Gerais (1), Paraíba (1); Pernambuco (2); Rio Grande do Norte (1); Rio de Janeiro (5); e São Paulo (28).

No total, as mortes relacionadas ao vírus em cada estado são: Alagoas (1), Amazonas (3); Bahia (2); Ceará (8); Distrito Federal (3); Goiás (1); Maranhão (1); Mato Grosso do Sul (1); Minas Gerais (3); Paraná (3); Paraíba (1); Pernambuco (6); Piauí (4); Rio Grande do Norte (2); Rio Grande do Sul (4); Rio de Janeiro (23); Rondônia (1); Santa Catarina (2); e São Paulo (136).

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), voltou a demonstrar preocupação com o crescimento quase exponencial no número de casos da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no mundo.

Hoje, em entrevista coletiva, ele projetou o número de infectados confirmados que a doença alcançará nos próximos dias e falou sobra a situação da América do Sul em meio à pandemia.

“Ao entrarmos no quarto mês desde o início da pandemia da covid-19, estou profundamente preocupado com a rápida escalada e a disseminação global de infecções”, considerou.

“Nos próximos dias, chegaremos a 1 milhão de casos confirmados de covid-19 e 50 mil mortes. Embora números relativamente baixos de casos covid-19 confirmados tenham sido relatados na África e na América Central e do Sul, percebemos que a covid-19 poderia ter sérias consequências sociais, econômicas e políticas para essas regiões. É essencial garantir que esses países estejam bem equipados para detectar, testar, isolar e tratar casos”, acrescentou Ghebreyesus.

Espanha tem pico de mortes

As autoridades espanholas de Saúde informaram nesta quarta-feira (1º) que, nas últimas 24 horas, a Espanha registrou 864 mortes por Covid-19. É o segundo dia seguido que o país ibérico tem um pico na contagem de mortos. O total de casos de contágio confirmados chega a 102.136.

O número de mortes é o mais alto para um dia, desde o início da pandemia de coronavírus. Na terça (31), a Espanha havia registrado 849 mortos, a maior cifra até então. Antes disso, o pico anterior foi no sábado (28), quando o país registrou 832 mortes.

Cenário sombrio nos EUA

Nesta quarta-feira (1), os EUA ultrapassaram a barreira dos 200 mil infectados por coronavírus — um recorde mundial absoluto de testes positivos para a nova doença.

Apenas nas últimas 48 horas, 50 mil pessoas foram diagnosticadas com Covid-19. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA têm agora 209 mil casos e 4.700 mortes.

Na terça-feira (31), no dia em que o número de mortes nos EUA e ultrapassou a China, a Casa Branca apresentou um cenário sombrio para os próximos meses e previu de 100 mil a 240 mil mortos no país mesmo com a adoção de medidas de distanciamento social.

Da Redação 
Com Pragmatismo Político 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48