sábado, 06 de junho de 2020
SIGA-NOS

Na Itália, pacientes do coronavírus com mais de 80 anos poderão ser “deixados para morrer”, diz jornal



Publicado em terça-feira, março 17, 2020 · Comentar 

Atualmente no posto de país que mais vem sofrendo com o novo coronavírus, a Itália pode vir a deixar de oferecer tratamento em unidades de terapia intensiva a idosos com mais de 80 anos e, neste caso, eles seriam “deixados para morrer”. As informações são do jornal britânico The Telegraph, que teria obtido um documento de um comitê de crise de Turim contendo o novo protocolo, que ainda precisaria ser aprovado.

“Os critérios para acesso à terapia intensiva em casos de emergência devem incluir idade inferior a 80 anos ou uma pontuação no Índice de comorbidade de Charlson [que indica quantas outras condições médicas o paciente tem] menos de 5”, diz o documento.

A Itália já registrou mais de 2 mil mortes causadas pelo coronavírus e já são 27 mil casos confirmados, sendo que os números continuam crescendo. Os leitos para terapia intensiva estão se esgotando e a ideia, segundo o The Telegraph, é que o protocolo de não atendimento a pessoas com mais de 80 anos se dê na medida em que esses leitos se esgotarem. Trata-se de uma lógica parecida com a utilizada em guerras.

“Se for impossível fornecer a todos os pacientes serviços de terapia intensiva, será necessário aplicar critérios de acesso ao tratamento intensivo, que depende dos recursos limitados disponíveis”, diz ainda o documento.

O texto com o novo protocolo está pronto e deverá ainda ser aprovado por um comitê técnico-científico antes de entrar em vigor nos hospitais.

Da Redação 
Com Forum 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48