quinta, 21 de novembro de 2019
SIGA-NOS

Ameaça de dossiê contra o prefeito de Gurinhém acaba em confusão e até faca, revela site



Publicado em quarta-feira, outubro 16, 2019 · Comentar 

O clima é de vaca desconhecer bezerro na cidade de Gurinhém, agreste paraibano, após o município ter o nome incluso na último fase da Operação Xeque-Mate do Ministério Público.

Segundo informações publicadas no Portal 25 Horas, pessoas ligadas à administração do atual prefeito, Claúdio Madruga, estariam enfurecidas com supostos comentários corridos nesta terça-feira (15) pela cidade, os quais davam conta de que o responsável pela Comissão Permanente de Licitação, seria demitido pelo gestor.

Leia também: Empresa investigada na Xeque-Mate recebeu mais de R$ 180 mil da gestão de Gurinhém em 2017

Ainda segundo mesmo portal, o responsável pela comissão de licitação teria ameaçado fazer um dossiê contra o prefeito caso a demissão fosse confirmada, e que tal documento teria força substancial para derrubar o gestor.

A conversa se espalhou entre assessores do prefeito ao ponto de chegar ao conhecimento de Cláudio, que mandou chamar um dos assessores para saber da veracidade dos comentários. O episódio teria gerado uma grande discussão tendo até sido sacado uma faca peixeira entre assessores da gestão.

Nos grupos de WhatsApp da cidade circula uma mensagem narrando como teria ocorrido a confusão. A escrita é imprecisa, mas nela podemos identificar os personagens que estiveram envolvidos no rumoroso episódio, que não chegou a virar caso de polícia.

Leia a íntegra da mensagem:

“Rafael disse a Moura que iria montar um dossiê se o prefeito demitisse ele. Ai Moura contou a Ricardinho, Aclenilda e Ivonaldo da padaria. Ai Ricardinho contou ao prefeito e o prefeito mandou chamar Moura e Moura negou tudo ai começou o moído pq Ricardinho ligou pra Ivonaldo e ele disse que Moura tinha dito sim, ai chamou Moura de ladrão e Aclenilda veio pra prefeitura dizendo que ela era gestão e se preocupava pq Rafael não tinha o direito de dizer isso que iria prender o prefeito ai Rafael disse que foi mentira ai partiram pra cima dele também e ele começou a se tremer. Thiago foi tentar conter a situação ai Moura foi jogou um copo de água em Aclenilda e Carol filha dele esculhambou Moura por isso é que Ivonaldo puxou a pexeira.”

Quem é quem?

MOURA – assessor e motorista do prefeito
IVONALDO – prestador de serviço
RICARDINHO – secretário-adjunto da Infraestrutura
ACLENILDA – professora do município e esposa de Ricardinho
RAFAEL – presidente da Comissão Permanente de Licitação
THIAGO – assessor do prefeito

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48