segunda, 18 de novembro de 2019
SIGA-NOS

Justiça da PB determina prisão domiciliar para Leto Viana e outros três réus da Xeque-Mate



Publicado em sexta-feira, setembro 6, 2019 · Comentar 

O ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana e outros três réus no processo da Operação Xeque-Mate tiveram as prisões preventivas convertidas em medidas cautelares, de acordo com a decisão do juiz Henrique Jácome, da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo divulgada nesta sexta-feira (6). A operação desarticulou um esquema de corrupção na prefeitura e na câmara do município.

De acordo com a decisão, Leto Viana, Tércio de Figueiredo Dornelas, Lúcio José do Nascimento Araújo e Antônio Bezerra do Vale Filho vão ficar em prisão domiciliar, só podendo se ausentar da residência com autorização prévia da Justiça, e apenas em casos de emergência de saúde dos réus ou de seus familiares.

Na quarta-feira (4), Leto Viana foi ouvido no Fórum de Cabelo e confirmou que a existência do esquema de cartas-renúncias dos vereadores para controlar a câmara existia desde 2005. Outro réu na operação também foi ouvido no mesmo dia.

Conforme a decisão da Justiça, foram sete medidas cautelares aplicadas pelo juiz:

  • Recolhimento domiciliar;
  • Afastamento de cargos públicos, empregos e funções e mandatos eletivos;
  • Proibição de manter contato com os demais réus;
  • Proibição de acesso ou frequência à Prefeitura e à Câmara Municipal de Cabedelo;
  • Monitoramento eletrônico;
  • Proibição de deixar o país, devendo entregar o passaporte;
  • Obrigação de comparecimento a todos os atos do processo, sempre que intimados.

A Operação Xeque-Mate apura a existência de uma suposta organização criminosa que se instalou em Cabedelo, atuando na Prefeitura e na Câmara Municipal. Além do ex-prefeito, também são investigados vereadores, ex-secretários da administração do município e empresários da Região Metropolitana de João Pessoa.

 

Da Redação 

Com G1 PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48