segunda, 20 de maio de 2019
SIGA-NOS

Parlamentar participa de Audiência Pública pelo fim do lixão de Sapé e comemora: “a luta não foi em vão”



Publicado em sábado, março 16, 2019 · Comentar 

A vereadora Cibele Cabral(PSB), uma das pioneiras na luta pelo fim dos lixões, esteve presente na Audiência Pública realizada pela Prefeitura de Sapé, Zona da Mata da PB, nesta sexta-feira (15) para discutir a problemática.

O evento, que contou com o apoio e parceria do Ministério Público da Paraíba e da Federação dos Municípios da Paraíba-FAMUP, reuniu professores, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Edemias do Município, representantes de Associações, e comércio local, bem como, vereadores e secretários municipais daquele município.

Cibele aborda o assunto e cobra providências desde muito tempo. Em 2014, a parlamentar visitou ‘in loco’ o lixão da cidade, foi conhecer a realidade dos catadores e da comunidade do entorno.

“Tristeza e preocupação foi o meu sentimento ao chegar no local”, revelou Cibele em entrevista à época ao Jornal O Interiorano. Quando da visita da vereadora,  lá cerca de 20 famílias trabalhavam diariamente para tirar o sustento catando objetos, papelões e tudo que proveito tivesse para gerar alguma renda.

Cibele Cabral faz parte atualmente da Comissão Permanente do Meio Ambiente, da qual é presidente, na Câmara Municipal de Sapé.

Segundo O Interiorano, durante a Audiência Pública o promotor de Justiça, Raniere Dantas, lembrou que o MPPB está auxiliando os municípios que, além de manifestarem o interesse de acabar com os lixões a céu aberto, querem também implantar a coleta seletiva como uma das soluções de destinação dos resíduos. “O Trabalho junto do MPPB e prefeitos é essencial, mas a população também tem que estar junto”, disse Raniere. O promotor também conscientizou para a reciclagem, mostrando a questão comercial do lixo como fonte de renda e quanto ao prejuízo para os municípios quando deixa de separar o que é reciclável.

Já o promotor José Farias falou sobre, a Coleta Seletiva: “é um serviço público de interesse de todos, e que a separação do lixo se aprende quando criança”, frisou ele. Conforme ele, a educação para a correta separação do lixo começa em casa e continua na escola formal.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48