sexta, 22 de março de 2019
SIGA-NOS

Advogado pode ter morrido sufocado pelo próprio vômito e suspeita de erro no atendimento



Publicado em sexta-feira, março 15, 2019 · Comentar 

O corpo do advogado e radialista Werton Soares, de 33 anos, foi liberado do Instituto de Polícia Científica (IPC) de João Pessoa, na manhã desta sexta-feira (15), depois ter passado por uma perícia para saber qual a motivação da morte do comunicador. O enterro ocorre às 16h desta sexta no Cemitério Senhor da Boa Sentença.

Leia também: Delegada interrompe velório e aciona IML para fazer perícia em advogado que morreu no Shopping

Conforme a delegada Valderleia Gadi, adjunta da Delegacia de Homicídios de João Pessoa,  a suspeita de erro no atendimento dentro do shopping Tambiá pode ter provocado a morte de Werton. Nessa quinta (14), quando o corpo estava sendo preparado para velório, a polícia recolheu o cadáver para ser periciado.

“Recebemos diversas ligações informando sobre possível negligência no atendimento quando a vítima estava em convulsão dentro do shopping. Dentre as ligações, uma médica disse que Werton vomitava muito, mas o socorro teria feito o procedimento errado e ele morreu em sufocado pelo próprio vômito”, disse a delegada.

Gadi adiantou que após confirmada a morte, o corpo teria sido levado diretamente para uma funerária mesmo sem a polícia ter sido acionada para registrar a ocorrência. “Entrei em contato com o delegado Hugo Helder, e ele revelou que o procedimento de fato foi errado. Então, fui acionei o rabecão do IPC e fui a um galpão – que fica a cerca de 150 metros da funerária – onde o corpo estava ainda para ser preparado para o velório e o recolhi para exame cadavérico”, explicou.

O laudo da perícia cadavérica deverá determinar a exata causa da morte do advogado Werton Soares. A partir desta conclusão, a polícia decidirá como proceder com as investigações.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado para saber qual teria sido o resultado do laudo, mas até a publicação ainda não tinha sido divulgado.

Sobre a suspeita de erro no atendimento, entramos em contato com a direção do Shopping Tambiá, mas o jurídico estava em uma audiência.

Da Redação 
Com PbHoje

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48