quarta, 16 de outubro de 2019
SIGA-NOS

MPF instaura procedimento preparatório eleitoral para apurar irregularidades na campanha de Lucélio Cartaxo; veja documento



Publicado em domingo, dezembro 2, 2018 · Comentar 

O Diário do Ministério Público Federal da Paraíba (MPF) trouxe, na edição desta segunda-feira (03), a confirmação da instauração do procedimento preparatório eleitoral para apurar irregularidades na campanha do ex-candidato ao Governo da Paraíba, Lucélio Cartaxo, do PV.

São três as motivações elencadas no documento para iniciar a investigação contra o então candidato, são elas:

1 – Identificação de empresas fornecedoras de bens e serviços de campanha com número reduzido de empregados, o que leva o MPF a suspeitar de falta de capacidade operacional;

2 – Identificação de doadores de campanha cuja renda mensal conhecida seria incompatível com o valor doado por eles;

3 – Grande concentração de doadores no quadro de funcionários de uma mesma pessoa jurídica, o que pode revelar um indício de doação indireta por meio dessa.

Após o levantamento das informações necessárias, o procedimento pode se transformar em inquérito civil ou resultar na propositura de uma ação, caso os fatos e autores fiquem bem definidos.

O MPF já havia instaurado os mesmos procedimentos para apurar possíveis irregularidades em doações de campanha para candidatos a deputado estadual e federal nas eleições deste ano na Paraíba.

De acordo com o que apurou o MPF, cerca de vinte e três contas de candidatos e de um diretório foram apontadas como irregulares pelo Sistema de Investigação de Contas Eleitorais (Sisconta Eleitoral 2018).

A autorização para abertura do procedimento foi dada pelo Procurador Eleitoral Auxiliar Sérgio Rodrigo Pimentel de Castro Pinto.

Confira o documento

Redação com PB Agora

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48