quarta, 21 de novembro de 2018
SIGA-NOS

Professora analisa que redação do Enem não pode ser restrita a ‘Fake News’



Publicado em segunda-feira, novembro 5, 2018 · Comentar 

 

O primeiro dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aconteceu neste domingo (04) e trouxe como tema da redação a “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”. A relação do tema com tecnologia não foi uma surpresa para a professora Ana Paula Collaço, que leciona Português no curso Professora Rosana, em João Pessoa.

Em entrevista, Ana Paula destacou que a questão da tecnologia e da internet foi trabalhada durante o ano letivo até mesmo porque fazem parte dos eixos cobrados no Enem. “O tema em si, o assunto, pode ter sido uma surpresa em si. Mas internet não foi uma surpresa”, apontou a professora.

Ela explicou ainda que o aluno poderia ter abordado o comportamento de manada na elaboração de sua redação. Ela exemplificou dizendo que este tipo de comportamento “é a manipulação da opinião pública por fakes”. No entanto, Ana Paula chamou atenção para o fato de que o candidato não poderia ter se restringido às fake news, pois poderia ser considerada uma fuga do tema.

“O que pode acontecer, se o candidato falar somente sobre fake news, ele vai tangenciar o tema, vai fugir do tema. Fake News é só um ponto do tema abordado”, ressaltou.

Ana Paula ainda destacou que o aluno não precisa ser especialista no assunto para fazer uma boa redação. Os textos motivadores contidos na questão são importantes também para ajudar na contextualização do assunto. “Não precisa ficar preocupado em ser especialista em internet e tecnologia, mas precisa relacionar à manipulação do comportamento do usuário”, completou a professora.

Redação com Click PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48