segunda, 19 de novembro de 2018
SIGA-NOS

Palmeiras toma dois do Boca no fim e se complica na semi da Libertadores



Publicado em quinta-feira, outubro 25, 2018 · Comentar 

O Palmeiras “apagou” no fim do 2º tempo e perdeu o jogo da semifinal da Libertadores por 2 a 0 para o Boca Juniors na noite desta quarta-feira (24). O jogo foi decidido por um atacante que saiu do banco: Benedetto. Com um de cabeça e um golaço de fora da área, ele deu a vantagem aos donos da Bombonera. Com o resultado no placar, os hermanos dão um grande passo para o jogo da próxima semana, que decide quem será o finalista da Libertadores.

Com o apoio dos quase 50 mil torcedores, os argentinos até ficaram mais com a bola, mas só incomodaram o Alviverde com chutes de longe ou levantamentos na área no primeiro tempo. A etapa final caminhava para o mesmo destino, mas os argentinos mostraram que queriam mais em um lance de falta que exigiu bela defesa de Weverton. No lance seguinte, em escanteio, Benedetto desviou para abrir o placar. Os brasileiros, por sua vez, abusaram dos chutões de Gustavo Gómez e Luan, que foram promovidos ao time titular, e tentaram diversas jogadas com ligação direta.

Palmeiras e Boca Juniors, agora, voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (31), no Allianz Parque. A Libertadores preserva o critério de gols fora de casa, por isso, se o time de Felipão vencer por 2 a 0, a decisão da vaga será nos pênaltis.

O melhor: Benedetto

Não poderia ser outro. O atacante, xodó da torcida do Boca, saiu do banco para decidir a vitória xeneize com dois gols de camisa 9 puro. Primeiro uma cabeçada na primeira trave, desviando cobrança de escanteio para fazer 1 a 0 poucos minutos depois de entrar em campo; depois, um chute certeiro e indefensável da entrada da área para ampliar a vantagem e deixar o Boca perto da final da Libertadores.

O pior: Ábila

O ex-cruzeirense não esteve em uma de suas noites mais inspiradas. Brigou bastante na frente como de costume, mas “apanhou” da bola em alguns lances em que teve que se virar mais longe da área e chegou até a armar alguns contra-ataques palmeirenses com passes errados. Apagado, o centroavante deu lugar a Benedetto no segundo tempo.

Felipão muda zaga e Palmeiras não toma sustos no 1º tempo

A dupla de zaga que vinha sendo titular no Campeonato Brasileiro, Luan e Gustavo Gómez, ganhou a titularidade para o jogo contra o Boca e não decepcionou. Auxiliada por uma marcação eficiente de toda a equipe desde o setor de ataque, a parceria defensiva praticamente não tomou sustos na primeira etapa e controlou bem as poucas bolas que chegaram aos atacantes do Boca. Ábila brigou muito na frente, mas perdeu a maioria para os zagueiros palmeirenses.

Boca fica com a bola, mas não cria no início

O Palmeiras deu a posse de bola ao Boca e esperou. Apoiado pela torcida, que não parou de cantar um só segundo na Bombonera, o time da casa tentou pressionar, mas esbarrou em muitos erros de passe e em movimentações ruins, que não davam opções para quem tinha a bola. Pérez e Nández, na teoria os dois articuladores do meio-campo, entregaram várias vezes a posse de bola ao Palmeiras. Zárate até buscou algumas jogadas, mas a bola na verdade pouco chegou ao setor ofensivo do time argentino. A melhor chance do primeiro tempo foi um chute para fora de Pérez, aos 8 minutos.

AP Photo/Gustavo Garello

Palmeiras teve dificuldades para encaixar os contra-ataques na Bombonera

Palmeiras tem dificuldade para contra-atacar

Se o alviverde foi bem na proposta de controlar o ímpeto do Boca na primeira etapa, por outro lado não foi eficaz como de costume ao recuperar a bola. Os contra-ataques mortais que são uma das marcas registradas dessa equipe não funcionaram, com Dudu e Moisés especialmente mal na tarefa de fazer a transição. Alguns passes fortes demais e decisões precipitadas fizeram com que o Palmeiras nem testasse o goleiro Rossi nos primeiros 45 minutos. Borja correu, mas não recebeu nenhuma bola em boas condições.

Torcida do Boca xinga “desafeto” Gustavo Gómez

Um mês antes de chegar ao Palmeiras, Gustavo Gómez esteve muito perto de assinar com o Boca Juniors. O paraguaio chegou a fazer exames na equipe, mas o negócio melou de última hora por divergências sobre a remuneração. E deu para ver que o zagueiro não anda com a imagem muito boa na Bombonera. Após ele cometer uma falta de ataque no goleiro Rossi e levar cartão amarelo, a torcida xeneize não economizou nos xingamentos para o camisa 15 do alviverde.

Weverton faz defesa espetacular…

A segunda etapa foi morna como a primeira, com o Boca Juniors sofrendo para criar alguma coisa diante de um Palmeiras bem postado atrás, mas que não conseguia ligar o contragolpe. Mas o clima esquentou aos 36 minutos, quando Felipe Melo fez falta perigosa na frente da área. Olaza bateu forte de pé esquerdo e Weverton foi buscar no ângulo com defesa espetacular. Mas na cobrança de escanteio…

…mas Boca abre o placar no lance seguinte. E amplia

A defesa de Weverton evitou o gol do Boca, mas só por alguns segundos. Na batida do escanteio logo na sequência, Benedetto, que havia acabado de entrar no lugar de Ábila, subiu com libedade para desviar de cabeça na primeira trave e balançar a rede, fazendo a torcida explodir na Bombonera. Pouco depois, o mesmo atacante deu drible fantástico em Luan e chutou de fora da área para fazer o 2 a 0.

FICHA TÉCNICA
BOCA JUNIORS 2 X 0 PALMEIRAS

Data: 24 de outubro de 2018, quarta-feira
Local: Estádio La Bombonera, em Buenos Aires (ARG)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann e Claudio Rios (Chile)
Cartões amarelos: Olaza, Zárate e Villa (BOC); Gómez e Bruno Henrique (PAL)
Gols: Benedetto, aos 38 minutos e 42 minutos do 2º tempo

BOCA JUNIORS: Rossi; Jara, Izquierdoz, Magallan e Olaza; Barrios, Nandez e Perez; Pavón (Buffarini), Zarate (Villa) e Ábila (Benedetto)
Técnico: Guillermo Schelotto

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos) e Moisés (Lucas Lima); Dudu, Willian e Borja (Deyverson)
Técnico: Felipão

UOL 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48