segunda, 12 de novembro de 2018
SIGA-NOS

“Quem pergunta ….”



Publicado em terça-feira, agosto 21, 2018 · Comentar 

“Desejo falar de Sócrates!”, assim foram as primeiras palavras de Dom Luiz Gonzaga, na aula inaugural do curso de filosofia  da turma de 2001 do Seminário São João Maria Vianney, em Campina Grande-PB; e começou apresentando-nos a figura, para nós desconhecida: Sócrates “filho de um quebrador de pedras e de uma parteira”, inventor de um método eficaz de conhecimento, que auxilia no fazer aparecer e aflorar as ideias: a maiêutica e a ironia; esse método deveria ajudar o homem a conhecer-se e a conhecer o mundo que o circunda.

Na sala, com aproximadamente 20 alunos inscritos, mais outros convidados e alguns professores, o Bispo que fora professor, fazia as vezes de Sócrates, inspirava em seus ouvintes a curiosidade, e o sentimento uma certa inadequação em relação a si mesmos e a realidade externa; o mestre da aula inaugural tinha a tarefa de despertar nos jovens o desejo de pensar, de refletir, de fazer as perguntas essenciais, as que merecem ser aprofundadas na busca de alguma resposta,  de procurar compreender as coisas, a vida, a própria vocação… Naquele dia descobríamos que as perguntas importam muito mais do que as respostas.

Tínhamos agora uma tarefa fundamental: ter coragem de fazer as perguntas, a coragem de trabalhar para apreender a arte de discernir, e depois ajudar a outros no itinerário de suas vidas; buscar tornou-se um imperativo: “uma vida sem busca não é digna de ser vivida” (Sócrates).

Naturalmente, o jovem é corajoso, sonhar e perguntar é com ele mesmo. Apraz-me a pensar na Canção “Coragem de Sonhar” do Pe. Zezinho, onde ele expressa muito bem o potencial juvenil para o sonho, para a pergunta, para a briga, inclusive:  Do alto dos teus 15 anos contemplas este mundo com amor e tens uma pergunta engatilhada que a gente nunca sabe responder, e quando algum amigo enfim responde às vezes não consegues entender. Do alto dos teus 15 anos, eu sei que às vezes gostas de sonhar e sonhas lindos sonhos de futuro que bom que tens coragem de sonhar. Do alto dos teus 20 anos contemplas este mundo desigual, e tens uma resposta engatilhada se agente por acaso perguntar, e quando alguém se arrisca e te pergunta às vezes tu começas a brigar … (CD Coragem de Sonhar, Paulinas COMEP)

O sonho, a pergunta, a luta, o encantamento pela vida e o entusiasmo, são como que empurrões para a frente, que conduzem à mudança de um determinado estado das coisas, da realidade, de nós mesmos, para a maturidade, à plenitude, para uma vida melhor.

Ser jovem que se conforma é o mesmo que não viver. O querer e o agir do jovem é inquietude em vista da paz, da serenidade, do bem. Uma pergunta feita, quando se quer realmente saber, pode fazer alguém descobrir as suas melhores potencialidades, pode levar alguém a encontrar a fé, a descobrir Jesus Cristo e o seu amor, o sentido da vida.

Perguntar, discernir para escolher!! A surpresa melhor é quando alguém reflete, pergunta e percebe que fora escolhido, antes mesmo de escolher; tudo então ganha nova configuração, o sonho é realidade, a resposta à escolha torna-se seguimento: “eu te seguirei” (Lc 9, 57), a vida um compromisso.

Pe. Elias Sales de Souza 
Diocese de Guarabira

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48