terça, 13 de novembro de 2018
SIGA-NOS

DPPB implanta projeto antidrogas nas escolas públicas de Pocinhos



Publicado em sábado, julho 7, 2018 · Comentar 

Objetivo é orientar crianças e adolescentes, além de reduzir consumo precoce de drogas no município

Uma iniciativa da Defensoria Pública da Paraíba tem envolvido a instituição, a comunidade escolar e o Ministério Público da Paraíba numa corrente contra as drogas na cidade de Pocinhos. O projeto “Trilhando um novo caminho”, desenvolvido pela defensora pública Monaliza Fernandes Montenegro, teve início em junho deste ano e se propõe a debater, nas escolas, causas, consequências e alternativas ao consumo de drogas, que vem acontecendo cada vez mais cedo entre os jovens da cidade.

Procurada pelo secretário de Educação do município, diretores de escola e pais de alunos preocupados com o consumo precoce de drogas, Monaliza conta que se inspirou numa política de sucesso implementada na Islândia para desenvolver o projeto piloto em execução na Escola Estadual Antônio Galdino e que deverá se estender para outras escolas da cidade.

“O projeto começa com um ciclo de palestras de conscientização sobre causas, consequências e alternativas ao consumo de drogas. Nessa fase, a Defensoria conta com a participação de outros atores da sociedade civil, como o Ministério Público e profissionais da área da Saúde especialistas no assunto”, explicou Monaliza.

Além das palestras, o projeto também se propõe a colaborar com a criação de um Comitê de Políticas sobre as Drogas, fazendo cumprir a Lei Estadual nº 10.694/2016, que prevê a criação do Conselho Escolar de Políticas sobre Drogas em todos os estabelecimentos de ensino do Estado da Paraíba.

E, ainda, como um terceiro eixo de trabalho, o projeto “Trilhando um novo caminho” vai atuar na implementação de um outro projeto, desenvolvido pela defensora pública Aline Sales, denominado “Aluno-Estudante”, que traz uma série de medidas a serem implementadas nas escolas para ofertar oportunidades aos alunos de integração em atividades extracurriculares, além de envolvê-los mais ativamente da vida escolar.

“Nós estamos muito confiantes no sucesso desse projeto e acreditamos que ele trará alternativas ao consumo das drogas lícitas e ilícitas para crianças e adolescentes da cidade de Pocinhos. A problematização na sociedade sobre as razões que levam ao consumo precoce de drogas é essencial, uma vez que a ‘guerra contra as drogas’ e a política do proibicionismo já fracassou e tem sido um verdadeiro motivo para o genocídio de jovens negros e da periferia. Nós precisamos é ocupar os jovens com projetos sociais, culturais e atividades esportivas”, defendeu Monaliza.

Assessoria de imprensa

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48