segunda, 18 de junho de 2018
SIGA-NOS

“Não soube me conter diante de tanto poder”, diz ex governador do RJ em depoimento a juiz



Publicado em sábado, junho 9, 2018 · Comentar 

Durante interrogatório conduzido pelo juiz Marcelo Bretas, nesta sexta-feira (8), o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, reconheceu que “se perdeu” na promiscuidade de doações.

“Eu não soube me conter diante de tanto poder e tanta força política. A promiscuidade foi muito grande e foi nessa promiscuidade que me perdi. Usei dinheiro de campanha para fins pessoais. Eu nunca pedi a um empresário que incluísse um percentual qualquer em nenhuma obra ou serviço do meu governo. Garanto isso ao senhor, falo em nome dos meus filhos e do neto que conheci essa semana”, disse o ex-governador.

Cabral disse ainda que pedia dinheiro pra campanha “sim e era muito dinheiro sim. Em vez de ficar concentrado no meu governo, nas minhas realizações… o poder é algo tão perigoso”.

Neste processo especificamente Sérgio Cabral é acusado – junto aos doleiros Renato e Marcelo Chebar, além de seu ex-secretário Wilson Carlos e de seus assessores Carlos Miranda e Sérgio de Castro Oliveira -, de ocultar e lavar cerca de R$ 40 milhões, guardados no Brasil; US$ 100 milhões depositados no exterior; e mais quase R$ 10 milhões ocultados em joias.

O ex-governador do Rio é réu em mais de 20 processos e foi condenado em cinco que, somados, totalizam mais de 100 anos de prisão.

Da Redação 
Com Brasil 247

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48