domingo, 21 de outubro de 2018
SIGA-NOS

Município de Mari realiza palestra com participação da ONG – AFINK, por ocasião do dia Mundial do Meio Ambiente



Publicado em sábado, junho 9, 2018 · Comentar 

“Mude de vida! Plante uma árvore. ”

O município de Mari, zona da mata paraibana, realizou na última quinta-feira (07), através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário, no Salão Paroquial São Sebastião no centro da cidade, uma palestra com representantes da sociedade civil, dentre eles, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mari, professores, estudantes, servidores públicos, sobre a importância de plantar e cuidar de uma árvore, realizada por coordenadores da ONG – AFINK – Associação de Formação e Incentivo para o Nordeste Karente, com sede no município de Araruna.

A AFINK, é uma ONG que produz, em seu canteiro, mudas de plantas nativas e frutíferas da região e distribui basicamente a custo zero para os municípios que buscam parcerias, além de trabalhar uma educação ambiental voltada para os alunos e profissionais da rede de ensino. Só para este ano está prevista a produção de 130 mil mudas.

“Crescemos poluindo, desmatando, hoje queremos e devemos reverter essa situação. O nosso enfrentamento para alcançar essa meta passa basicamente pelas parcerias com os municípios, gerando focos estratégicos nas escolas, nas comunidades e nas associações”, afirmou Luiz Carlos, articulador da AFINK.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Conforme observou o secretário da SMDEA do município de Mari, a barragem de São Salvador localizado no município Sapé, que abastece cerca de sete cidades, tem sua nascente em Cafundó, zona rural de Mari, e sua margem inteira encontra-se desmatada pela ação do homem. “Já temos projeto elaborado junto ao Ministério da Justiça (Fundo dos Direitos Difusos) para tentar reverter essa situação. A ideia é reflorestar as margens e nascentes: Nascente de água é aquela água que brota no solo, se deixarmos ela exposta ao sol ou com uma cultura por cima que não está integrada com o regime hídrico, ela vai secar. Aí, alguém vai dizer: ‘Ah, mas é só um olho d’água’. Sim, é um aqui, outro ali e daqui a pouco não temos mais água, o jeito, então, é devolver às nascentes as espécies típicas dali, de forma a proteger as fontes de água”, afirmou Severino Ramos.

O secretário fez a seguinte propositura: que os ali presente fizessem a divulgação boca a boca e estimulasse as pessoas demandar à Secretaria o tipo de Mudas frutíferas que desejarem plantar; sugeriu ainda que próprio STR fizesse isso junto aos seus associados, e até o mês de novembro/18 entregasse a demanda para a SMDEA, para a mesma pudesse firmar parceria com a AFINK para que ela produzisse as mudas, a partir do interesse da própria comunidade. O coordenador da ONG prontamente assumiu o compromisso em produzir as mudas que o município de Mari solicitasse. O secretário acrescentou que seria importante a produção de mudas de ARAÇÁ (planta que deu origem ao nosso distrito) e também mudas de ACAÍ para ser plantado como mata ciliar, pelo seu alto valor agregado!
No evento dessa quinta-feira, o município de Mari recebeu da AFINK centenas de mudas para distribuição gratuita com a população que queira fazer o plantio e tenho o interesse de cuidar da planta, a exemplo do Ipê Amarelo e Roxo e Rosa.

A distribuição das mudas está sendo realizada na sede da SMDEA, a partir do preenchimento de um cadastro; a Secretaria fica localizada à rua Arnald Caldas, das 7:30 às 13:00.

Da Redação 
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48