quarta, 20 de junho de 2018
SIGA-NOS

O que é a Terapia Ocupacional?



Publicado em sábado, maio 19, 2018 · Comentar 

É uma profissão de nível superior regulamentada no Brasil pelo DECRETO-LEI 938, de 13 de Outubro de 1969, o mesmo DECRETO que regulamenta a Fisioterapia. O Terapeuta Ocupacional é um profissional, capacitado para atuar no campo da Saúde, Educação e Social, com formação generalista, humanística, ética, crítica e reflexiva, habilitado a atuar em conformidade com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde e do Sistema Único da Assistência Social, compreendendo as políticas sociais como direito de cidadania, de forma a garantir a integralidade da assistência em todos os seus níveis de complexidade.

A característica essencial da Terapia Ocupacional é o envolvimento ativo das pessoas no processo terapêutico ocupacional, pois esta visa à atividade humana e a utiliza como recurso terapêutico, para prevenir e/ou tratar disfunções físicas, mentais e/ou psicossociais que interfiram no desenvolvimento na independência e na qualidade de vida do paciente.

Fonte:  https://images.google.com

A Terapia Ocupacional busca ainda, auxiliar as pessoas (crianças, adolescentes, adultos e idosos) individual e/ou coletivamente, na realização das Atividades Ocupacionais ou do dia-a-dia. Onde o Terapeuta Ocupacional utiliza-se das oito áreas de Ocupação (Atividades de Vida Diária- AVD, Atividades Instrumentais de Vida Diária- AIVD, Descanso e Sono, Lazer, Participação Social, Educação, Brincar e Trabalho), para identificar o ponto inicial de intervenção, que compreende avaliar o cotidiano do paciente, buscando alterações no desempenho ocupacional, considerando sempre o contexto e sua situação pessoal, familiar e social.

Fonte:  https://images.google.com

Seu interesse está relacionado ao desenvolvimento, educação, emoções, desejos, habilidades, organização de tempo, conhecimento do corpo em atividade, utilização de recursos tecnológicos e equipamentos urbanos, ambiência, facilitação e economia de energia nas atividades cotidianas e laborais, objetivando o maior grau de autonomia e independência possível, diminuindo ou corrigindo patologias, promovendo e mantendo a saúde.

Por sua formação generalista como citado, este profissional poderá atuar em locais Públicos diversos, da Saúde, Educação e Social, como por exemplo:

  • Centros de Atenção Psicossocial- CAPS;
  • Núcleos de Apoio a Saúde da Família- NASF;
  • Centros Especializados em Reabilitação- CER;
  • Centros de Referência em Assistência Social- CRAS;
  • Centros de Referência Especializados em Assistência Social- CREAS;
  • Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculo- SCFV;
  • Escolas, dentre outros;

Este profissional poderá integrar ainda equipes de serviços privados diversos, bem como realizar atendimentos domiciliares, no que tange as suas possibilidades.  Em geral, na reabilitação de pacientes sequelados de AVC, com Demência mista, de Alzheimer, Parkinson, Autismo, Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, Déficit de Atenção, Hiperatividade, seletividade Alimentar, dentre outros.

Fonte:  https://images.google.com

Apesar da pouca difusão, a Terapia Ocupacional existe a mais de 100 anos no mundo, e é Regulamentada no Brasil há 48 anos. Na Paraíba, o Curso foi implantado em 2010 na Universidade Federal, e hoje já conta com diversos profissionais formados nessa Instituição atuando nas mais diversas áreas, espalhados pela Paraíba e outros Estados.

Drª Raniéli Souza 
Terapeuta Ocupacional CREFITO 177891-T.O
Pós- Graduanda Em Transtornos do Desenvolvimento e do Espectro Autista
Membro da Diretoria da Associação de Terapeutas Ocupacionais da Paraíba

 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48