terça, 17 de julho de 2018
SIGA-NOS

Em noite péssima da arbitragem, Vitória e Fla empatam no Barradão



Publicado em domingo, abril 15, 2018 · Comentar 

Logo na estreia do Campeonato Brasileiro, o confronto entre Flamengo e Vitória foi atrapalhado pelos erros de arbitragem no Barradão. Neste sábado, cada equipe marcou um gol irregular e o empate em 2 a 2 foi o placar final.
Além da péssima atuação do Wagner Reway, o duelo marcou a estreia de Maurício Barbieri no comando do Fla. Ainda como interino, o auxiliar teve o trabalho dificultado pela expulsão equivocada do camisa 7 Éverton Ribeiro.
ROLOU A BOLA E É GOL DO FLA!
O toque de Henrique Dourado iniciou o jogo e o lance do gol que abriu o placar no Barradão. Aos 15 segundos, após seis passes, Lucas Paquetá recebeu na entrada da área, avançou e bateu cruzado para fazer 1 a 0. Início fulminante do Fla de Barbieri.
QUE ISSO, JUIZÃO!
O Vitória respondeu com chute cruzado de Rodrigo e a defesa de Diego Alves deixou a bola viva na área. Denilson divide com a zaga e acerta a trave. O goleiro do Fla faz nova defesa antes de Rhayner encher o pé e acertar o rosto de Éverton Ribeiro, que evita o gol em cima da linha.
O único problema foi que Wagner Reway viu mão do meia rubro-negro e marcou o pênalti. Como consequência, o árbitro ainda o expulsou.
O auxílio do vídeo impediria o erro grotesco em alguns segundos.
Depois das reclamações do time visitante, Yago bateu bem, sem chances para Diego Alves, e deixou tudo igual: 1 a 1 aos 12 minutos.
FLAMENGO MANTÉM DOMÍNIO
Apesar da desvantagem númerica, o Rubro-Negro dominou as ações ofensivas. Lucas Paquetá foi o responsável pelas principais chances enquanto esteve em campo. O camisa 11, por pouco, não marcou em finalização de fora da área.
O Vitória, por sua vez, foi para o intervalo sem ameaçar a meta rival.
FALHAS ‘GARANTEM’ EMPATE
Compacto, o Fla não deu chances ao Vitória e ainda arriscou contra-ataques. Em um desses, Vinicius Jr sofreu falta na entrada área. Diego cobrou e Arão, impedido, desviou.
Na sequência, Geuvânio cruzou para Réver, que aproveitou a saída ruim do goleiro Caíque para colocar o Flamengo em vantagem no placar outra vez.
Novamente, o árbitro de vídeo resolveria o problema em segundos.
Minutos depois, foi Juan, zagueiro do Flamengo, quem falhou na marcação dentro da área de Diego Alves. Rhayner cruzou da direita e encontrou Denilson. O atacante subiu sozinho e, de cabeça, deu números finais ao confronto: 2 a 2.
FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2X2 FLAMENGO
Estádio: Barradão, em Salvador (BA)
Data-hora: 14/04/2018, às 19h
Árbitro: Wagner Reway (Fifa/MT)
Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
Renda/Público: R$ 238.994,00 / 12.669 pagantes
Cartões amarelos: Rhayner, Yago e Rodrigo Andrade (VIT); Diego e Willian Arão (FLA)
Cartão vermelho: Éverton Ribeiro (FLA)
Gols: Lucas Paquetá (0-1, 0’16”/1ºT), Yago (1-1, 12’/1ºT), Réver (1-2, 27’/2ºT) e Denílson (2-2, 31’/2ºT)
VITÓRIA: Caíque; Rodrigo Andrade (Jeferson, 33’/2ºT), Kanu, Ramon e Pedro Botelho (Guilherme Costa, 21’/2ºT); Willian Farias, Uillian Correia; Yago, Baumjohann (Juninho, Intervalo) e Rhayner; Denílson – T: Vagner Mancini
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Diego e Paquetá (Geuvânio, 11’/2ºT); Éverton Ribeiro, Vinicius Junior (Pará, 39’/2ºT) e Henrique Dourado (Willian Arão, 26’/1ºT) – T: Maurício Barbieri
Do LanceNet
Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48