domingo, 16 de dezembro de 2018
SIGA-NOS

Jeová Campos critica descaso de políticos paraibanos com um assunto tão importante para o desenvolvimento do estado



Publicado em quarta-feira, março 14, 2018 · Comentar 

A ausência de representantes da bancada federal paraibana no seminário ‘Mudanças climáticas e políticas públicas para fontes renováveis de energia’, que aconteceu ontem (13), no Espaço Cultural, em João Pessoa, causou decepção nos promotores e participantes do evento, especialmente, no deputado estadual, Jeová Campos, que não poupou críticas a indiferença dos políticos em relação a um tema tão atual e importante para o desenvolvimento da Paraíba. “O aproveitamento de fontes de energia renovável é um assunto que precisa estar na ordem do dia de quem representa a Paraíba, mas, infelizmente, o que se nota é um desinteresse por parte de nossa bancada em debater assuntos desta natureza e se fazer presente em momentos como esse”, disse Jeová, lamentando a ausência dos políticos no evento.

O parlamentar participou do seminário e representou a ALPB na condição de presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente. Na ocasião, ele destacou o enorme potencial de energia renovável, especialmente, a solar, que existe na Paraíba e reiterou a necessidade de se criar políticas públicas de aproveitar o que a natureza nos dá de graça. “Nós temos sol em abundância no Nordeste e, consequentemente, na Paraíba e por que não temos o direito de produzir energia, não temos direito de produzir e vender energia como fonte de riqueza? Essa é uma discussão importante que precisa ser feita agora, para a gente mudar esse marco regulatório para dar condições legais das pessoas terem o direito de investir, produzir energia e vender. Por que somente as grandes estruturas econômicas têm esse direito? Por que o povo ou uma pequena ou média empresa não pode? Essa é uma luta muito importante e estamos dentro dela de cabeça erguida”, disse Jeová.

“O debate sobre energias renováveis é um reclame universal, porque energia limpa, não poluente, energia que de fato ajude a natureza a sobreviver é de suma importância para qualquer país, aliás, para o planeta, pois é preciso buscar novas formas de caminhar no tratamento com o meio ambiente”, reiterou Jeová, parabenizando o Comitê de Energia Renovável do Semi Árido, especialmente, Heitor Escalabrine, César Nóbrega, Valmeran Trindade e os especialistas em energia renovável que promoveram e participaram do Seminário.

Da Redação 
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48