sexta, 17 de agosto de 2018
SIGA-NOS

De boas intenções…



Publicado em sábado, fevereiro 3, 2018 · Comentar 

As noites brasileiras acompanharam na década de noventa a personagem da Dona Milú, na novela Tieta, uma adaptação da obra de Jorge Amado para TV. Sempre que algo estranho acontecia, Dona Milú logo disparava o bordão: “mistério!”.

É misterioso o que orbita nos bastidores da política mariense, algo que a preço de hoje dificilmente pode-se desvendar o que ocorre nas entranhas do poder e fora dele, ou seja, nas ostes oposicionistas.

A figura mais exposta na oposição atualmente é a servidora pública Vilma Paulino, usada como ‘bode expiatório” para estravazar o que a oposição tem vontade, mas não tem coragem de fazê-lo, porque certamente será cobrada de quando esteve no governo e não fez o que hoje cobra.

Nesse ‘emaranhado misterioso’, outros fatos tem chamado a atenção, como por exemplo a visita de uma comitiva de aliados e pretensos aliados do prefeito Antonio Gomes na residência da referida servidora, diga-se: vereador Loi, Dedé da Prefeitura e Assis Firmino, aquele que “vai/não vai” para o governo. Pelo que apurou este atento observador, a estada da comitiva a casa da servidora aconteceu no dia 06 de janeiro, mas os objetivos não foram revelados nem pelos visitantes, nem pela visitada, o certo foi que de lá para cá a mesma tem aumentado o tom nas críticas a gestão e ao prefeito.

Cheia de boas intenções, rotulando-se “oposicionista do bem”, a referida servidora trata de tudo, critica educação, coloca secretários na berlinda e demonstra habilidade com os assuntos, muitos deles só quem estaria nas entranhas do governo poderia ter conhecimento.

Por outro lado, os aliados do governo – os mais antigos, os que detém cargos de confiança e os que mandam de fato na administração, bem como os neos – não tem defendido o legado da gestão, que diga-se, há coisas importantes sendo feitas, mas que encontram-se apagadas seja pela ‘paralisia’ dos governistas, seja pelo denuncismo feito pela servidora e ecoado por setores da mídia local.

Nem tudo está perdido, ainda há tempo de se redefinir estratégias, mas ao continuar do jeito que está o prefeito tende a se deparar com dois cenários, à escolher: os alertas dos que construíram esse projeto desde sua gestação ou “as boas intenções” de quem não se sabe o que realmente deseja, espera e/ou planeja. A decisão é sua, senhor prefeito!

A última de hoje –  “Nunca troque um amor velho e seguro por um amor novo e incerto.”

Marcos Sales
Contato com a coluna: @Salles_Marcos
Email: marcosexpresso@live.com

 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48