ExpressoPB

Ao anunciar medida contra nepotismo, Johni Rocha pressiona colegas e manda recado de sua nova postura no comando da câmara de Sapé


Um ano após ter sentado na cadeira de Presidente da Câmara Municipal de Sapé, Zona da Mata da PB, o vereador Johni Rocha (PSDB), adotou uma medida que a sua essência é louvável, mas os seus objetivos são extremamente questionáveis, sobretudo quando é sabido em toda a cidade que sua relação com a maioria dos vereadores não é mais a mesma de 1º de janeiro de 2017.

Por determinação do Presidente Johni Rocha, os parlamentares sapeenses foram notificados para que em caso de cargos que tenham a prática do nepotismo, sejam de imediato exonerados. Em matéria d’ O Farol, Rocha reconhece sua omissão, pois esse procedimento já deveria ter sido adotado, segundo ele. “Na realidade esse procedimento administrativo já era para ter sido feito, mas estávamos gerenciando e otimizando outras áreas”, declarou o presidente.

A pergunta que se faz é porque se a pratica de nepotismo é vedada em lei, conforme o próprio presidente alega na referida matéria, o mesmo foi omisso sob o argumento de otimizar outras áreas da casa?

“Não tem como fugir, é lei, foi essa casa que aprovou em tempos passados e temos que cumprir”, disse Johi Rocha ao site.

Na prática o Presidente da Câmara de Sapé manda um recado direto aos seus colegas parlamentares, o de que não irá tolerar críticas a sua gestão no comando da casa e para tanto vai mudar de postura.

Johni Rocha que chegou a Câmara de Sapé atraindo a simpatia da maioria dos vereadores da Casa de Augusto dos Anjos e da opinião pública começa a passar uma imagem de político intransigente e intolerante, que o diga sua colega parlamentar Vera do Peixe que tem sofrido fortes ‘alfinetadas’ do seu ex aliado.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *