segunda, 28 de maio de 2018
SIGA-NOS

“Farra” de diárias na Câmara de Sapé/PB pagou mais de R$ 35 mil a vereadores até novembro de 2017



Publicado em quarta-feira, Janeiro 10, 2018 · Comentar 

O pagamento de diárias no serviço público quando utilizadas dentro das regras estabelecidas não é ilegal, isso é evidente. Mas, o gasto excessivo com diárias pode acarretar prejuízo ao erário publico. Em Sapé, os gastos com diárias acumulados de janeiro a novembro do ano passado tem chamado a atenção da opinião pública, até pelo fato de alguns vereadores não terem tido direito ao benefício.

Conforme dados publicados no Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (SAGRES) do TCE, a Câmara Municipal de Sapé gastou em onze meses (jan a nov) a bagatela de R$ 36.340,00 (trinta e seis mil, trezentos e quarenta reais) em diárias com parte dos quinze vereadores com assento na casa.

O Presidente do Poder Legislativo, vereador Johni Rocha lidera o ranking dos parlamentares que tiveram acesso ao benefício. Parlamentar mais bem pago da casa de Augusto dos Anjos, tendo salário de cerca de R$ 8.000,00 (oito mil reais), Rocha recebeu em diárias nesse período o valor de R$ 11.000,00 (Onze mil reais).

Diárias pagas a Johni Rocha

O Vereador Wilson Cavalcante, tido como fiel escudeiro do presidente, foi o segundo beneficiado no ranking das diárias, tendo recebido R$ 5.000 (cinco mil reais) no mesmo período.

Diárias pagas ao vereador Wilson Cavalcante

Fazendo comparativo com o ano de 2016, a Câmara de Sapé gastou apenas R$ 1.000,00 (Hum mil reais) com diárias, uma economia bastante considerável se comparada até novembro de 2017, faltando ainda contabilizar o mês de dezembro do ano em questão.

Diárias pagas na gestão anterior durante todo o ano de 2016

Outro fato que chamou atenção no levantamento das diárias pagas aos vereadores, é que nem todos os parlamentares da casa tem direito a ter acesso a elas, mas apenas os parlamentares mais ligados politicamente ao presidente.

O presidente do Poder Legislativo, vereador Johni Rocha (PSDB) tem feito duras críticas a gestão do prefeito Roberto Feliciano chegando a alegar desperdício no gasto do dinheiro público, o que teria o nobre parlamentar a dizer sobre as despesas com as diárias, sobretudo quando o seu antecessor – tão criticado por ele – se quer gastou 5% do que o mesmo tem gasto com essa mesma rubrica.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários
Tags : ,


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48