A “ingratidão” de Cilinha


Prefeita Cilinha Dias

Atentai bem meu caro leitor. A política é mesmo a arte de engolir sapos… Quantos eleitores da prefeita Cilinha de Riachão do Poço não estão tendo que ver adversários ferrenhos do passado hoje sendo tratados com ‘pompas’ e horarias pelo governo e pela prefeita, candidata em 2016 que eles combateram e tentaram derrubar a todo custo.

Na semana passada aliados mais próximos da prefeita exibiam com alegria a adesão de um parlamentar que até bem pouco tempo destilava ironia contra a “ex-prefeita” e cantarolava aos quatro cantos da cidade de que ela não seria candidata.

Quantos amigos fieis não deram forças a Dona Cilinha, estiveram a seu lado parta garantir-lhe tranquilidade e certeza de que não estava sozinha. “Há prefeita… quanta ingratidão”, houvi de graduado ex-aliado que se decepcionou com a agora prefeita, mas que no passado sempre deu-lhe acolhida.

É certo que a gestão de Cilinha em Riachão tem suas qualidades, anda a passos lentos, mas sempre fazendo algo em favor da cidade, mas o fato é que Cilinha vai precisar do povo no ano que vem para votar em seus candidatos e a pergunta é: quem irá levantar sua bandeira e dos seus depois do escanteio sofrido após 2016?

Repense seus atos prefeita, política e governo tem que andarem juntos, hora governo com “alta intensidade”, hora política em “alta intensidade”. O ano que vem será a prova dos 9 fora, será que Dona Cilinha vai poder contar com os mesmos amigos de 2016? Certamente que não. Em 2018 ela sentirá o peso da gratidão versos peso do dinheiro.

Marcos Sales
Contato com a coluna: @Salles_Marcos
Email: marcosexpresso@live.com

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *