Assessor Executivo ironiza críticas da oposição à saúde de Mari: “estão em crise de abstinência do poder”


A insistência de setores da oposição em continuar batendo na saúde do município de Mari, fez com que o Assessor Executivo do Gabinete do Prefeito, ex vereador Magdiel Olinto, respondesse em tom de ironia: “eles estão sofrendo a crise de abstinência do poder e isso é visível quando se observa quem critica”, ironizou.

Magdiel Olinto fez um comparativo do trabalho feito pela atual secretária de saúde, Emanuelle Chaves, e sua antecessora. “Quem não lembra quando nós tivemos que ir ao CAPS por conta de denuncias e fomos impedidos pela coordenadora da época tendo que ameaçar prestar um BO para ter acesso as dependências”, disse.

Olinto também lembrou que ele, os ex vereadores Zélia e Marcondes Baltazar também foram impedidos de entrar na Farmácia Básica na gestão da ex-secretária porque as prateleiras eram sempre vazias e o povo vivia de pedir ajuda para comprar medicamentos.

“Hoje a policlínica atende satisfatoriamente ao povo sem discriminação, equipada e com medicamentos, sem contar com a equipe eficiente que tem prestado atendimento com carinho e respeito a quem necessita do serviço”, disse Magdiel Olinto que aumentou o tom contra as críticas dos inconformados: “os que criticam o trabalho da saúde tem cara e nome, são conhecidos do sagres e nada mais fazem do que exporem suas insatisfações por não estarem usufruindo do governo”, alfinetou o assessor.

Para Magdiel, a gestão passa por dificuldades em decorrência do caos deixado pela administração passada e desafiou o ex-prefeito Marcos Martins a vir para o debate. “Nós não queremos discutir com preposto, o ex prefeito tenha a coragem de dar a cara, vir se confrontar com a opinião pública e comparar a nossa gestão com a dele.”, finalizou.

Da Redação 
Do ExpressoPB

 

 

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *