sexta, 25 de maio de 2018
SIGA-NOS

Acusado de mandar ‘amedrontar’ sem tetos, ex-prefeito de Mari se defende e diz que é homem de paz

Publicado em sexta-feira, dezembro 8, 2017 · Comentar 

O ex-prefeito de Mari, Marcos Martins, foi acusado na manhã desta sexta-feira (08) por integrantes do movimento de sem tetos que estão ocupando uma área no Bairro Silvino Costa de estar por trás das intimidações que vem sem feitas contra os integrantes da ocupação.

Segundo os líderes do movimento o terreno ocupado era de propriedade do pai do ex-prefeito e vendido a um aliado político seu, onde seria construído um loteamento, mas a prefeitura realizou a desapropriação da área para construção de um posto de saúde.

Na noite desta quinta-feira (07) um suposto dono esteve no local e fez ameaças aos ocupantes da área, inclusive tendo exibido arma de fogo contra os mesmos, conforme relato de uma das líderes da ocupação, culminando com uma criança em estado de choque socorrida para a policlínica municipal.

O ex-prefeito Marcos Martins participou do Programa Liberdade de Expressão, da Rádio Araçá FM e se defendeu das acusações, confirmou que a área era fruto de uma herança de seu pai, mais que foi vendida para um rapaz chamado Misso. Apesar de afirmar que não tem nada a ver com o terreno e sua finalidade, Martins chegou a defender o suposto proprietário, dizendo que esse rapaz tinha condições de comprar a área porque era um funcionário comissionado de sua gestão e criticou o fato do atual prefeito ter desapropriado a terra sem começar a obra que diz ter recursos para fazê-la.

Marcos deixou claro que seu histórico é de um homem  de paz e que jamais mandou ou orientou ninguém a invadir e/ou apoiar invasões, bem como apoia qualquer tipo de pressão contra os sem tetos.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários
Tags :


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48