Queda de receita: Gestão de RF em Sapé sofre com déficit de quase R$ 3 milhões nos repasses do FPM de novembro


A situação financeira dos municípios é bastante preocupante e a ajuda financeira disponibilizada pelo Governo Federal para salvá-los não é o suficiente para saldar dívidas e ajustar os serviços. Levantamento feito pelo ExpressoPB.net em vários municípios da região pode-se constatar a queda crescente das receitas, sem previsão de melhora.

Em Sapé, por exemplo, um dos 10 maiores municípios do estado da Paraíba, a queda das receitas nas duas parcelas de FPM de novembro já chega a quase R$ 3 milhões, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em novembro de 2016 as parcelas do FPM do dia 10 e 20 somaram R$ 5.351.809,48 (Cinco milhões, trezentos e cinquenta e um mil, oitocentos e nove reais e quarenta e oito centavos) enquanto que as duas primeiras parcelas do FPM de novembro deste ano chegaram apenas a R$ 2.640.353,75 (Dois milhões, seiscentos e quarenta mil, trezentos e cinquenta e três reais e setenta e cinco centavos), um déficit de R$ 2.711,455,73 (Dois milhões, setecentos e onze mil, quatrocentos e onze reais e setenta e três centavos), conforme pode-se conferir no infográfico abaixo:

As administrações reclamam que enquanto os recursos encolheram as despesas aumentaram assustadoramente, o que tem inviabilizado as gestões e o atendimento a população.

Com gasolina mais cara e produtos de consumo em alta, as prefeituras precisam ter criatividade, para gerir a máquina pública com equilíbrio.

Em Sapé a administração apesar do deficit no orçamento, a prefeitura tem mantido o pagamento do servidor em dia e dentro do mês trabalhado.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *