terça, 21 de agosto de 2018
SIGA-NOS

Revelações: Mãe foi morta porque defendia filha de espancamento do genro em Guarabira/PB



Publicado em quinta-feira, novembro 23, 2017 · Comentar 

Revelações feitas em depoimento da jovem Fabiana Trajano, de 20 anos, que viu sua mãe sendo morta a golpes de faca pelo ex-companheiro, mostram que o crime ocorreu em razão da defesa que ela fazia da filha.

Leia também: Tragédia em Guarabira: Homem mata a sogra a facadas enquanto segurava criança nos braços

Fabiana afirmou que era espancada por José Nilton, preso em flagrante por ter matado a senhora Antônia Trajano, 37 anos, com três golpes de faca. Ela era contra o relacionamento da filha com o rapaz porque sabia do sofrimento e que Fabia era espancada.

Nesta quarta-feira (22), o assassino chegou à casa da ex-companheira e insistiu em conversar, mas ela se negou, quando a mãe orientou que ela saísse de casa, o que foi feito. O jovem acompanhou as duas e em dado momento passou a esfaquear Antônia, mesmo ela estando com a filha de oito meses no colo. A criança caiu e rolou no chão, chorando.

A família envolvida nessa tragédia tem histórico de violência. O esposo de Antônia, pai de Fabiana, foi assassinado em um dos presídios de Guarabira. Conhecido como ‘Nem Dentuço’, ele era um conhecido da polícia pela prática de diversos crimes.

Em entrevista, Fabiana disse conhecer José Nilton desde criança. Por delitos praticados quando era adolescente, tirou medida socioeducativa no CEA e depois que saiu começou a se relacionar com o rapaz. O relacionamento durou pouco mais de um ano e acabou em desgraça, em destruição da família.

Da Redação 
Com Portal 25Horas

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48