ExpressoPB

‘Trio de Ferro’ pernambucano tenta sobrevida para evitar chegar a 13 rebaixamentos no século


Vivendo o pior momento de suas histórias, Náutico, Santa Cruz e Sport jogarão a partir deste sábado pela sobrevida de cada um no Campeonato Brasileiro e o evitamento de chegar à conta de 13 rebaixamentos somados no século XXI.

Desde 2001, a equipe do chamado “Trio de Ferro” pernambucano que mais foi rebaixada foi o Santa. Foram três vezes da primeira para a segunda divisão (2001, 2006 e 2016), uma da segunda para a terceira (2007) e outra ainda mais dolorosa, para a D (2008).

Caso perca neste sábado, às 17h30 (de Brasília) para o Boa Esporte e ainda conte com vitórias de Luverdense e Guarani, a “Cobra Coral” poderá enfrentar seu sexto rebaixamento em 16 anos e o segundo para a série C.

Caso parecido vive o rival Náutico. Outrora considerado um perigoso adversário quando atuava nos Aflitos, o “Timbu” perdeu força com a Arena Pernambuco. Foram dois descensos no século, sendo ambos da elite para a divisão de acesso, em 2009 e 2013.

Neste final de semana, a situação é um pouco pior que a do Santa Cruz, já que, com 31 pontos ganhos, já seria rebaixado com três rodadas de antecedência com apenas simples empates do Boa, além de Luverdense e Guarani – desta forma, não mais os alcançaria com nove pontos em disputa e dez de diferença para tirar.

Dos três, o que tem a situação mais reversível é o Sport. Ainda com cinco rodadas para jogar, o “Leão da Ilha” pode comemorar o fato da briga contra o rebaixamento na série A ser a mais disputada do torneio. Com 36 pontos, no entanto, poderia se complicar com uma derrota diante do virtual rebaixado Atlético-GO, fora de casa, aliada com triunfos de Vitória (diante do Grêmio, no Alfredo Jaconi) e do Coritiba (contra a Ponte Preta, no Couto Pereira) – vale lembrar ainda que o clube rubro-negro não vence um jogo sequer há seis rodadas.

Se consumado, o descenso do Sport em 2017 para a série B seria o quarto desde o início do século – o primeiro foi em 2001; o segundo, em 2009; e o terceiro, em 2012.

Da Redação
Com ESPN

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *