domingo, 20 de maio de 2018
SIGA-NOS

Família denuncia negligência de hospital por deixar homem morto em leito de UTI por 12 horas

Publicado em sexta-feira, outubro 13, 2017 · Comentar 

Um homem que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo, em João Pessoa, faleceu nesta quinta-feira (12) e sua morte só foi percebida 12 horas. Foram os familiares de Paulo Barreto Mariano, que tinha 37 anos, quem perceberam sua morte durante visita às 16h.

Quando os familiares do homem internado entraram na UTI para realizar a visita, encontraram Paulo sem vida no leito do hospital. De acordo com a irmã de Paulo, ele já estava morto desde as 4h da madrugada. Os familiares apontam que o hospital foi negligente com o paciente, já que não percebeu seu falecimento e não deram assistência ao homem.

“Ele morreu às quatro da manhã e a visita é às quatro da tarde. Quando minha prima foi aqui de Patos, a esposa dele já estava lá, quando foram ver, ele já estava morto desde as quatro horas da manhã! Não tinha ninguém na UTI! Que eu saiba tem que ter sempre uma pessoa para ficar na UTI, seja uma enfermeira ou um médico”, relatou a irmã da vítima ao site Patos Online.

Paulo Barreto Mariano foi submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor na cabeça no Hospital São Vicente de Paulo no dia 4 de outubro e estava internado no local desde então. Seu falecimento é relacionado a complicações decorrentes da cirurgia.

O velório de Paulo Barreto Mariano será realizado na sede da Associação dos Moradores do Bairro da Vila Cavalcante, no Bairro Vitória em Patos.

Da Redação 
Com ClickPB

Comentários
Tags :


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48