Caso Berg Lima de Bayeux provoca estranheza em jornalista; prefeito afastado muda equipe de defesa


As sucessivas negativas de habeas corpus feitas pela defesa do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, tem provocado uma certa estranheza no meio político ao ponto do jornalista e comentarista político, Anderson Soares, questionar em debate do Master News no início do mês o fato dos pedidos de habeas corpus serem negados sem nenhum embasamento jurídico.

Na opinião do jornalista a manutenção da prisão deveria acontecer para evitar que o acusado pudesse embargar as investigações ou o processo legal e com o afastamento de Berg da prefeitura, não há mais como ele ter acesso aos trâmites administrativos.

“Berg só está preso por que não tem alinhamento político. Pergunte qual o alinhamento de Berg. Ninguém sabe?”, disse o jornalista.

Preso desde de 05 de julho, a defesa de Berg era feita pelo advogado Shayner Asfora, nesta segunda-feira (25) o prefeito afastado trocou de defesa que será feita pelos advogados Inácio Queiroz e Roosevelt Vita e irão defender a liberdade do ex-gestor.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *