Ao lado de Temer, Cássio comemora “Um Ano de Conquistas” do Governo Federal


O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) teve participação de destaque no evento “Um Ano de Conquistas” lançado pelo presidente Michel Temer a pouco no Palácio do Planalto. Ao lado de Temer e Rodrigo Maia, Cássio teve direito a discurso, onde enfocou que agora o Brasil tem um presidente que trabalha pelo povo.

“São muitas conquistas nesse primeiro ano de gestão, conquistas essas que a gente vê com ações importantes para a saúde, educação, segurança e o trabalhador. Agora o Brasil tem um Governo que Governa e que tem rumo e direção, que nos levará a um país melhor”, disse Cássio elogiando o primeiro ano da gestão Temer a frente do Brasil, ao defender as recentes proposituras do Governo Federal junto ao Congresso como a proposta de Terceirização, a Reforma Trabalhista e Previdenciária.

Entrou no ar nesta noite de quinta-feira, 11, o site do governo federal que marca um ano de gestão do presidente Michel Temer, data que será celebrada nesta sexta-feira, 12, com um evento no Palácio do Planalto. Com o marca “Agora Brasil”, a nova página da internet destaca “1 ano de coragem, trabalho e avanços”. Nela, há sessões com notícias de “economia”, “cidadania”, “eficiência”, “infraestrutura”, “Brasil e mundo”. O governo federal usa o lema “Um ano de coragem, trabalho e avanços” para comemorar o primeiro ano de Michel Temer à frente da Presidência da República. O slogan é usado em um filme comemorativo e no material gráfico apresentado.

Um dos pontos importantes destacados por Temer nesse seu primeiro ano de gestão foi a retomada do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão. Em novembro do ano passado, o presidente renovou o grupo em quase 70% ao dar posse a 59 novos conselheiros.

Para a plateia, o presidente Michel Temer (PMDB) defendeu, a reforma da Previdência como essencial para o crescimento do país. Ele prevê que a reforma seja votada no Congresso até julho. “Relatores acham que é possível votar. Naturalmente haverá uma ou outra adequação que será feita em comum acordo com o governo e, se for assim, acredito que será votado até junho ou julho”, disse Temer.

Da Redação 
Com PB Agora

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *