quarta, 20 de junho de 2018
SIGA-NOS

Coordenação do 20º Crescer responde acusações de líderes religiosos não católicos



Publicado em quinta-feira, fevereiro 23, 2017 · Comentar 

Em resposta a acusações de alguns líderes religiosos não católicos, por meio de entrevistas em veículos de comunicação da cidade de Campina Grande, afirmando que a fé católica não estaria seguindo a Bíblia, a coordenação do evento ressalta que a melhor resposta para essas acusações são os inúmeros testemunhos com experiências vitoriosas de pessoas e famílias que foram resgatadas por Deus, a partir desses 20 anos do Crescer.

A coordenação destaca ainda que ataques estão sendo percebidos também nas programações de eventos religiosos que estarão acontecendo durante o período de carnaval, neste ano, em Campina Grande, o que prejudica a liberdade religiosa. Os organizadores ressaltam que o Crescer não é espaço para proselitismo religioso, nem para ataques a outras religiões. É, de fato, um encontro da família católica.

Dentre os testemunhos, encontra-se a experiência da dona de casa Alba Campos, contada ao público da 19ª edição do Crescer, em fevereiro de 2016. “Sou casada e tenho um casal de filhos. Estava diagnosticada com cistos nos ovários e a médica havia falado que teria dificuldade para engravidar. Estava no 18º Crescer, pedi a Deus a minha cura”, frisou.

Ela continua. “No momento da Adoração ao Santíssimo Sacramento, um dos pregadores proclamou que haviam mulheres diagnosticadas com cistos nos ovários e os médicos disseram que não iam engravidar, mas Jesus está lhes curando. No mesmo instante, senti uma forte hemorragia, como se o cisto estivesse sendo desmanchado. No mês seguinte, engravidei e minha filha hoje está com um mês. Foi um milagre o que aconteceu naquele dia e sou muito grata ao Senhor”, concluiu Alba Campos.

Da Redação 
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48