sexta, 22 de junho de 2018
SIGA-NOS

Hospital de Araruna suspende atendimento por falta de dinheiro e Benjamin cobra repasse da Prefeitura



Publicado em quarta-feira, fevereiro 22, 2017 · Comentar 

O Hospital Maria Júlia Maranhão, situado no município de Araruna, Curimataú paraibano, suspendeu o atendimento à população no último sábado (18) por falta de dinheiro. Segundo o deputado federal Benjamin Maranhão (SD), a instituição filantrópica está há dois meses sem receber o repasse por parte da Prefeitura Municipal referente a procedimentos já realizados. Moradores chegaram a realizar um protesto nesta segunda-feira (20) em frente à Prefeitura.

“O dinheiro do Sistema Único de Saúde (SUS) é repassado diretamente para a Prefeitura de Araruna que tem a gestão plena. Sempre esse dinheiro é repassado com até dois meses de atraso, mas desta vez o prefeito disse que não fará o repasse para o Hospital. Sendo assim, infelizmente a direção da instituição de saúde não viu outra alternativa a não ser suspender o atendimento”, disse o deputado.

De acordo com Benjamin, o Hospital Júlia Maranhão atende a população de Araruna, Tacima, Riachão e Cacimba de Dentro. Com 59 anos de existência, a instituição conta hoje com 23 funcionários e médicos que atuam em diversas áreas como: clínica geral, pediatria, ginecologia e cirurgias. “O Hospital não tem como pagar os funcionários sem esse repasse do SUS que não está sendo repassado pelo atual prefeito”, afirmou.

Benjamin Maranhão explicou ainda que esse dinheiro que foi depositado pelo SUS na conta da Prefeitura de Araruna corresponde a procedimentos já realizados. “Eu não quero acreditar que o prefeito vai deixar que o Hospital feche as portas apenas por picuinha política. A população é quem vai ser prejudicada com a falta de atendimento médico”, destacou.

Da Redação 
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48