sexta, 20 de julho de 2018
SIGA-NOS

Câmara de Mari/PB aprova reforma administrativa proposta pelo prefeito Antônio Gomes



Publicado em quarta-feira, janeiro 25, 2017 · Comentar 

Prefeito de Mari, Antônio Gomes
Prefeito de Mari, Antônio Gomes

Na manhã desta terça-feira (24), a Câmara de Vereadores do Município de Mari, na zona da mata paraibana, aprovou durante sessão extraordinária, Projeto de Lei de autoria do executivo municipal que garante ao Prefeito Eleito, Antônio Gomes, a possibilidade de aplicação efetiva de seu plano de governo. Por 6 votos favoráveis foi aprovada a Mensagem 01/2017 instituindo a reforma administrativa na prefeitura.

Dentre os pontos aprovados na reforma, a prefeitura cria a Controladoria e a Procuradoria Geral do Município. A Secretaria do Trabalho e Ação Social passa a ser denominada Secretaria Municipal do Desenvolvimento Humano. Já a Secretaria de Administração também recebeu nova denominação e passa a ser de Administração, Gestão e Articulação Política.  A Secretaria da Agricultura passa a ser Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Agrário. As Secretarias de Obras e Urbanismo passam a ser uma só, denominada de Infra Estrutura, Urbanismo e Habitação.

Já a secretaria de Transportes passará a ser uma Diretoria Executiva, subordinado à Secretaria de Infra Estrutura, Urbanismo e Habitação.

As Secretarias de Educação, Cultura e Esportes e a Secretaria de Saúde não sofreram modificações. Entretanto, passam a ter suas próprias assessorias de Comunicação.

De acordo com o Prefeito Antônio Gomes, a reforma proposta tem o objetivo de modernizar e estruturar a Administração Pública da Cidade, possibilitando fazer uma melhor gestão, com maior eficiência. Apesar de criar novas Secretarias e setores na estrutura da administração municipal, Antônio Gomes afirma que a reforma não trará um maior impacto financeiro ao Município. Segundo ele, na forma em que a nova estrutura foi aprovada, e já contabilizando o novo valor do salário mínimo, a folha de pessoal com o pagamento de comissionados e cargos de confiança deverá ser menor que a folha de novembro passado da gestão anterior.

Já o presidente da Câmara, Alisson Cunha, considerou importante a participação do Legislativo mariense no processo de votação da reforma administrativa, e que o novo governo do município tem a prerrogativa de cumprir seu plano de gestão, cabendo aos vereadores manter a competência de fiscalizar sua execução.

Da Redação
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48