ExpressoPB

Da capital ao interior: Violência faz vítimas de morte em JP, Alagoinha e CG nesta quarta-feira (11); veja casos


1482236956938-tiro-policialA tarde/noite desta quarta-feira (11) foi de baste violência na Paraíba, da capital ao interior com destaque para assassinatos acontecidos em João Pessoa, Campina Grande e Alagoinha.
Em João Pessoa, um homem identificado por Ubiratan Wanderley de 37 anos de idade foi morto com vários disparos de arma de fogo e a polícia trabalha com a hipótese de “acerto de conta” relacionado com  o tráfico de drogas.

De acordo com polícia, no final tarde desta quarta-feira (11), ele saiu de sua residência na Comunidade Laranjeiras no conjunto José Américo e foi visitar parentes no bairro do Rangel em João Pessoa.

Quando caminhava pela comunidade conhecida por “ Patury”, Ubiratan Wanderley foi atingido com vários disparos de arma de fogo e morreu no local.

Os moradores contaram a polícia que apenas escutaram os tiros e não viram o autor dos disparos.

Durante as investigações, a polícia tomou conhecimento de o homem tinha envolvimento com o tráfico de drogas e isso pode ter sido o motivo do crime.

Em Alagoinha, na região do brejo, por volta das 22h20 um homicídio foi registrado, na periferia da cidade.

De acordo com as informações do Portal Mídia.net, um homem identificado como “Neném de Jorge”, que também trabalhava como mototaxista, foi assassinado num bar de sua propriedade, que fica localizado na “Coréia”, próximo ao trevo que fica na saída de Alagoinha para Mulungu. Ainda segundo o mesmo portal a vítima foi alvejada com pelo menos 6 disparos de arma de fogo.

As motivações e a autoria do crime ainda não foram identificadas pela polícia.

Em Campina Grande , um jovem de 23 anos foi morto com oito tiros, no bairro Pedregal durante a noite. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, a vítima estava com outras três pessoas dentro de um veículo Pegeout, quando foi baleada. O trio é apontado como suspeito no crime.

Segundo a polícia, a vítima foi baleada enquanto usava o telefone dentro do veículo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser levado para um hospital. Ainda conforme a polícia, a população do bairro, que acionou o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) após ouvir os tiros, não passou detalhes do caso.

A motivação dos suspeitos é investigada pela polícia. Uma equipe da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil esteve no local para fazer a perícia. O veículo onde estava o corpo da vítima também foi apreendido para investigação dos policiais. Até o início da manhã desta quinta-feira (12) nenhum suspeito tinha sido localizado pela polícia.

Da Redação 
Do ExpressoPB/Informações de portais

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *